Topo

Palmeiras faz campanha melhor do que nos 2 últimos anos em que foi campeão

Vitória sobre a Chapecoense levou o Palmeiras a 53 pontos na tabela do Brasileiro - Marcello Zambrana/AGIF
Vitória sobre a Chapecoense levou o Palmeiras a 53 pontos na tabela do Brasileiro Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

18/10/2019 12h23

Resumo da notícia

  • Palmeiras tem 53 pontos após 26 rodadas do Campeonato Brasileiro
  • Campanha é melhor que nos anos de 2016 e 2018, quando time foi campeão
  • Com 61 pontos, líder Flamengo faz melhor campanha da história dos pontos corridos
  • Com 12 rodadas pela frente, Palmeiras mantém discurso de lutar até o fim

O Palmeiras ocupa a segunda colocação do Brasileirão e está oito pontos atrás do líder Flamengo, mas a distância para a ponta da tabela não quer dizer que a equipe esteja fazendo, nos números, um campeonato ruim. Com 53 pontos conquistados em 26 rodadas, a campanha alviverde é superior até mesmo às de 2016 e 2018, quando o time terminou o ano como campeão brasileiro.

Em 2016, sob o comando de Cuca, o Palmeiras tinha 51 pontos depois da 26ª rodada. Já no ano passado, com Luiz Felipe Scolari, o time acumulava 50 pontos na mesma altura da competição. A diferença neste ano, obviamente, é o desempenho do Flamengo, que já soma 61 pontos e está "fora da curva" com a melhor campanha da história dos pontos corridos (desde 2003) até aqui.

"Se for parar para analisar, neste ano nossos pontos estão maiores que em 2016 e 2018, quando a gente foi campeão", disse o meia Raphael Veiga, hoje, em entrevista na Academia de Futebol. "Lógico que o Flamengo está fazendo um campeonato incrível, tem que tirar o chapéu para eles. Mas enquanto a gente tiver chance, a gente vai lutar pelo título".

Para conseguir ameaçar o Fla, o Palmeiras precisaria retomar uma regularidade de resultados como a do primeiro semestre, quando acumulou oito vitórias e um empate em nove partidas. Àquela altura, o Verdão liderava o campeonato e via o Rubro-Negro oito pontos atrás. O desempenho, no entanto, caiu drasticamente após a pausa do meio do ano para a Copa América, e o time passou sete rodadas sem ganhar, culminando na demissão de Felipão após revés por 3 a 0 justamente para o Flamengo no Maracanã.

Com Mano Menezes, os números voltaram a subir. Até aqui, o treinador tem sete vitórias, dois empates e uma derrota em 10 jogos, com um aproveitamento de 76% dos pontos. O problema é que o Flamengo também turbinou seu rendimento desde a chegada de Jorge Jesus no meio da temporada: em 17 rodadas do Brasileiro, foram 14 vitórias, dois empates e só uma derrota, com aproveitamento de 86%.

O Palmeiras, portanto, vive o paradoxo de fazer uma campanha melhor do que as que já deram os títulos brasileiros nos pontos corridos, e ao mesmo tempo ter a chance real de terminar a temporada sem nenhum troféu, como aconteceu em 2017. Com 12 rodadas ainda pela frente, o discurso no clube é de não jogar a toalha, fazer o dever de casa e torcer por tropeços do Flamengo. O próximo compromisso do Verdão acontece neste domingo (20), contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada.

Palmeiras