Topo

Futebol


Conmebol propõe recriar uma Supercopa por vagas do Mundial de Clubes

Futebol sul-americano pode ter torneio para definir duas vagas no Mundial 2021 - REUTERS/Agustin Marcarian
Futebol sul-americano pode ter torneio para definir duas vagas no Mundial 2021 Imagem: REUTERS/Agustin Marcarian

Do UOL, no Rio de Janeiro

17/10/2019 17h06

Em reunião em Assunção, a diretoria da Conmebol lançou uma proposta da criação de uma nova Supercopa para definição de duas vagas sul-americanas no Mundial de Clubes da Fifa de 2021 que terá 24 times. Além disso, os campeões da Libertadores de 2019 e 2020 teriam lugares no torneio, além dos vencedores da Sul-Americana desses dois anos. A proposta do novo torneio ainda depende de uma aprovação do Conselho da Conmebol e não se sabe em que datas seria realizado.

A reunião do Conselho da Conmebol serviu inicialmente para confirmar o Maracanã como sede da final da Libertadores-2020. Durante o encontro, foi apresentada a proposta do presidente da entidade, Alejandro Dominguez, para que seja realizado uma reedição da Supercopa de campeões da Libertadores, isto é, reunindo todos os times que já venceram o torneio. A nova competição teria duas fases, uma eliminatória e outra em apenas um local para definição das duas vagas.

"Para o Mundial de Clubes-2021, Estamos trabalhando a proposta para que os campeões da Libertadores e da Sul-Americana, deste ano e do outro ano. E das duas vagas que sobram haveria um torneio com todos os campeões, em duas fases, uma em ida e volta e outra com uma sede", afirmou o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, em entrevista coletiva.

A questão é onde colocar esse torneio visto que há um calendário apertado para o futebol brasileiro. O departamento de clubes da Conmebol está realizando um estudo para determinar em que datas o torneio ocorreria. Depois disso, haverá uma votação no Conselho para aprovar ou não a ideia.

A Fifa criou o novo Mundial de clubes para 2021 com 24 vagas. Dessas, seis são para times sul-americanos, e outras oito são para europeus. Quem define os critérios para os classificados são as confederações continentais, sujeitas à ratificação da Fifa. Inicialmente, Dominguez tinha defendido que os campeões da Libertadores de 2017 a 2020 fossem classificados, mas agora anuncia novo critério.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol