Topo

Seleção Brasileira


Belle sobre críticas a T. Silva por choro em 2014: "Sofrimento irreparável"

Thiago Silva chora em 2014, durante jogo contra o Chile na Copa do Mundo - GUSTAVO ANDRADE/AFP
Thiago Silva chora em 2014, durante jogo contra o Chile na Copa do Mundo Imagem: GUSTAVO ANDRADE/AFP

Do UOL, em São Paulo

17/10/2019 19h11

A mulher de Thiago Silva, Belle Silva, estampa a capa de hoje da página de esportes do jornal "Le Parisien", da França. Mais de cinco anos depois, ela desabafou sobre o que sentiu ao ver o marido ser criticado por ter chorado na disputa por pênaltis contra o Chile, em 2014, na Copa do Mundo, com a camisa da seleção brasileira.

"Os torcedores não veem os jogadores como pessoas, mas como máquinas. Nesta imagem, o que incomoda não é o choro, mas o fato de que, muitas vezes, [as pessoas] colocam isso fora do contexto, de maneira isolada. Como ele era capitão [da seleção brasileira], a maior parte das críticas se concentrou nele. Foi um sofrimento irreparável", disse ela.

Em 2005, Thiago Silva viveu o maior drama de sua carreira ao descobrir que estava com um grave quadro de tuberculose. Na época, ele defendia o Dínamo Moscou, da Rússia, e Belle viajou com a intenção de terminar o relacionamento por outros motivos; ao vê-lo adoecido, se comoveu.

"Aos 17 anos, saí do Brasil pela primeira vez para encontrá-lo e fui decidida a terminar o namoro. Para mim estava muito difícil, nós nos víamos apenas durante as férias. Mas quando eu o encontrei naquele estado, decidi ficar. Desde então, nunca mais nos separamos", contou Belle.

A família já tem a cidadania francesa; por isso, a mulher do jogador deu a entender que não pretendem deixar Paris quando Thiago se despedir do PSG. O futuro dos filhos é o ponto central desta decisão.

"A adaptação aqui foi difícil, mas hoje não tenho vontade de sair. Se meus filhos seguirem o caminho do pai, quero que eles tenham a opção de escolher onde querem jogar e vão poder defender duas nações incríveis", explicou Belle.

Seleção Brasileira