Topo

Flamengo "junta os cacos" e encara seu penúltimo desafio antes de decisão

Gabigol comemora após marcar pelo Flamengo contra o Cruzeiro; atacante está de volta - Fernando Moreno/AGIF
Gabigol comemora após marcar pelo Flamengo contra o Cruzeiro; atacante está de volta Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

16/10/2019 04h00

Líder absoluto do Campeonato Brasileiro (com oito pontos de vantagem para o Palmeiras), o Flamengo tem colocado "toda a carne no assador", expressão usada pelo técnico Jorge Jesus para ilustrar a sua negativa em poupar jogadores importantes em meio ao calendário espremido por jogos consecutivos.

Com o que tem de melhor à disposição, o Fla encara hoje (16), o Fortaleza, 20h, no Castelão, para tentar dar mais um passo rumo ao título. Para voltar do Ceará com mais três pontos, no entanto, o Rubro-negro terá de lidar com as ausências de nada menos que cinco titulares absolutos. Suspensos, Bruno Henrique e Everton Ribeiro estão fora. Em recuperação de lesões, Rafinha, Filipe Luís e Arrascaeta seguem em tratamento.

O cenário de "terra arrasada" não deve fazer com que o "Mister" mude sua filosofia. Obcecado pelo caneco nacional, a tendência é que o comandante só promova descansos mais frequentes em caso de um eventual título com antecipação. Entre algumas perdas, dois retornos importantes. Após servirem a seleção brasileira, Rodrigo Caio e Gabigol estão de volta e reforçam a equipe.

A partida contra o Tricolor é o penúltimo estágio antes do jogo contra o Grêmio, válido pela semifinal da Libertadores. Antes de encarar os gaúchos, o time ainda encara o rival Fluminense no domingo (20), às 18h, no Maracanã. Até o apito final do clássico carioca, a competição continental é assunto "proibido" na Gávea.

"Temos um jogo importante contra o Fortaleza, depois jogamos contra o Fluminense e só quarta que vem (23) contra o Grêmio. Estamos muito focados. Temos compromissos e só depois vamos falar do Grêmio", afirmou Gerson.

Ante as dificuldades na montagem do time, o Flamengo endureceu o jogo e não liberou Reinier para o Mundial Sub-17. O clube aguarda que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) conceda uma liminar para que o jovem seja escalado. Sem esse sinal verde, o clube não vai correr o risco. Caso não esteja apto, o meia deve ser substituído pelo também prata da casa Lucas Silva.

"Vamos nos moldando com os jogadores que temos e pronto", resumiu o técnico.

Mesmo que tenha gordura para queimar, o Flamengo não parece disposto a mudar sua receita. A "carne está no assador" e não deve sair de lá até que o clube atinja seus objetivos.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA X FLAMENGO

Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 16 de outubro de 2019
Horário: às 20h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Wagner Reway (PB)

FORTALEZA
Marcelo Boeck; Tinga, Quintero, Paulão e Carlinhos; Felipe e Juninho; Edinho, Felipe Pires, Osvaldo e André Luís. Técnico: Charles Hembert

FLAMENGO
Diego Alves; Rodinei (João Lucas), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Renê; Piris da Motta, Willian Arão, Gerson e Reinier (Lucas Silva); Vitinho e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus

Flamengo