Topo

Nino exalta influência de Diniz em técnico Marcão: "Tem feito a diferença"

Nino exaltou importância de Diniz em trabalho de Marcão no Fluminense - Lucas Merçon/Fluminense FC
Nino exaltou importância de Diniz em trabalho de Marcão no Fluminense Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/10/2019 13h21

O Fluminense vive boa fase no Campeonato Brasileiro. Sem perder nos últimos cinco jogos, a equipe está invicta sob o comando de Marcão. Titular absoluto na zaga, Nino destacou a influência de Fernando Diniz no trabalho do atual treinador. Para o camisa 33, o mérito é de ambos pelo momento do time.

"Queria falar um pouco da importância do Marcão. Ele tem mudado nosso ambiente, nos deixado muito a vontade. Quero chamar a importância do trabalho do Diniz, seria injsuto esquecer tudo que ele fez, a gente colhe frutos do trabalho dele. Não é tirar mérito do Marcão. Ele mudou nossa maneira de pensar o jogo e isso tem feito a diferença", elogiou.

De retórica acima da média e fala mansa, Nino ressaltou o lado humano do futebol ao falar da importância do goleiro Muriel para o Flu. Para além das defesas, o zagueiro falou sobre a liderança do jogador, em entrevista coletiva nesta terça-feira (15) no CT Carlos Castilho.

"Não dá para não falar do fora de campo. Ele mudou o nosso ambiente. Está sempre para cima, ajudando os outros. Dentro de campo ele ajuda muito, mas vem sendo tão importante quanto fora de campo. Além do grande goleiro, a gente vê um cara que nos representa também fora. Nos passa muita segurança. Somos uma família e confiamos um no outro. Futebol vai muito além do campo. É como o Diniz falou: futebol também são vidas, são pessoas que vão além do campo. O Muriel nos ajuda muito nisso também", disse.

Para o jogo contra o Athletico, na quinta-feira (17), o Tricolor terá a volta de Allan e Caio Henrique, que serviam a seleção olímpica, além de Marcos Paulo, que estava com a sub-19 de Portugal. Suspensos na vitória sobre o Bahia, Ganso e Yuri também estão à disposição de Marcão. Nino exaltou os "reforços, mas criticou o calendário do futebol brasileiro.

"Se o jogador está na seleção é porque representa muito o seu clube. Temos três jogadores que nos desfalcaram por isso. Fico feliz pelo Allan e pelo Caio, que merecem, além do Marcos Paulo, na seleção portuguesa. Também tenho essa expectativa, mas sei que isso só acontece pelo meio trabalho pelo Fluminense. A data Fifa parar o campeonato é algo que tem que ser revisto. É algo que nos incomoda, porque ao mesmo tempo em que temos esse sonho, deixamos o clube na mão. Se nos unirmos por essa causa, teremos essa paralisação. É melhor para o campeonato, para os clubes, para os jogadores e para a seleção, que sempre terá os melhores", opinou.

Com o contrato perto do fim, Nino reiterou sua vontade de ficar no Fluminense. Emprestado pelo Criciúma até o fim do ano, o jogador possui cláusula de compra de direitos econômicos no contrato, fixadas em R$ 5 milhões. O jogador afirmou se sentir em casa e muito grato ao Tricolor, mas lembrou que a negociação é entre os clubes.

"Não tenho pensado muito nisso, mas a minha vontade é ficar. Não depende só de mim, tem o Criciúma na jogada. Tenho deixado isso com meus empresários. Eu sou muito grato ao Fluminense por tudo. Me sinto em casa, sou feliz na cidade e espero que isso se resolva da melhora maneira. No momento, penso em ajudar o time dentro de campo para conseguir bons resultados", disse.

O jogo entre Fluminense e Athletico fecha a 26ª rodada. O confronto está marcado para as 21h, no Maracanã. O Tricolor é o 14º colocado com 29 pontos, enquanto o Furacão é o 10º, com 35.

"A gente sabia da importância, enfrentou alguns adversários diretos na briga contra o rebaixamento. A gente sabia que essa sequência ia definir a nossa briga no campeonato. Se a gente mantiver esse ritmo a briga pode ser outra. O Athletico tem jogadores de qualidade, um técnico que faz um trabalho muito bom desde o ano passado. O nosso pensamento é entrar e vencer, fazer o que a gente sabe. A gente não pode falar muito do adversário: nossa maior luta é contra nós mesmos. A gente sabe que se fizermos o nosso melhor, temos muitas chances de chegar à vitória", declarou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Fluminense