Topo

Futebol


Inter mantém Tiago Nunes nos planos durante indecisão do Athletico

Tiago Nunes, técnico do Athletico-PR, venceu a Copa do Brasil de 2019 contra o Inter - Pedro H. Tesch/AGIF
Tiago Nunes, técnico do Athletico-PR, venceu a Copa do Brasil de 2019 contra o Inter Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Napoleão de Almeida e Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

15/10/2019 12h06

O Internacional está na Argentina atrás de um treinador. No entanto, não tirou Tiago Nunes totalmente dos planos. A indecisão do Athletico Paranaense com o treinador para o ano que vem e a dificuldade de fechar com um novo técnico recolocam ele nos planos.

Com dois dirigentes no país vizinho, o Colorado busca alinhar termos com Eduardo Coudet, do Racing. No entanto, a situação não é nada fácil e a tendência é que ele permaneça no clube pelo qual foi campeão argentino.

Ariel Holan e Jorge Almirón também estão nos planos. Mas são considerados alternativas menos interessantes no momento.

Pelo contexto, o Inter já não descarta um treinador para "fechar o ano" e é neste ponto que Tiago Nunes volta aos planos. Com um novo técnico ou a manutenção de Ricardo Colbachini como interino, a possibilidade para o ano que vem reabre a chance dele comandar o Colorado.

A direção do Internacional entrou em contato com o estafe de Nunes durante o fim de semana. A recusa em vir agora não impede a conclusão de um acordo futuro. A presença Athletico do na Libertadores pesaria menos do que um projeto e a estabilidade apresentada ao treinador.

A renovação no Paraná está exatamente na mesma situação. Houve um contato inicial, mas não foi conclusivo. Na ausência de Mário Celso Petraglia, a direção do Rubro-Negro adota cautela e nesta lacuna é que o Colorado poderá levar vantagem.

Com Petraglia hospitalizado, o diretor de futebol Paulo André e o vice-presidente Marcio Lara chegaram a conversar com os representantes de Nunes, mas não fizeram proposta salarial. A indecisão se dá na ausência de Petraglia e preocupa o estafe de Nunes, que em 2018, mesmo campeão da Copa Sul-Americana, demorou a acertar sua renovação enquanto Petraglia articulava a volta de Fernando Diniz para o time sub-23 e as categorias de base. Nunes foi tratado como interino até a virada do ano.

O calendário atleticano, com Libertadores garantida, seduz o treinador, mas não é a única premissa, apurou a reportagem do UOL Esporte. Uma proposta estável de outro clube, com projeto de futebol e objetivos claros, pode tirar o técnico campeão da Copa do Brasil do Furacão - desde que a proposta financeira seja superior com padrão de trabalho igual ou melhor que em Curitiba.

A negociação com o Inter, no entanto, depende do desfecho na Argentina. O regresso dos dirigentes do clube gaúcho irá ditar o rumo da investida por um novo treinador. A direção não se manifesta oficialmente sobre qualquer situação para não prejudicar o eventual negócio e não impõe prazo para anúncio. Da parte do Athletico a postura é a mesma: nenhuma manifestação pública.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol