Topo

Com status de promessa, M. Fernandes joga pouco e vê concorrência brilhar

Matheus Fernandes, 21 anos, tem recebido poucas oportunidades no Palmeiras - Cesar Greco/SE Palmeiras
Matheus Fernandes, 21 anos, tem recebido poucas oportunidades no Palmeiras Imagem: Cesar Greco/SE Palmeiras

Bruno Grossi e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

15/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Contratado do Botafogo por R$ 16 milhões, volante fez só sete jogos no ano
  • Matheus é visto como promessa no clube, mas enfrenta forte concorrência
  • Bom momento de Bruno Henrique, Felipe Melo e Thiago Santos limita chances
  • Jovem de 21 anos tem contrato com o Palmeiras até 2023

A primeira temporada de Matheus Fernandes com a camisa do Palmeiras caminha para ser um ano de pouquíssimas oportunidades. Contratado no final do ano passado junto ao Botafogo por 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões à época), o volante de 21 anos mantém o status de promessa dentro do clube e é visto internamente com um jogador de grande futuro, mas ainda não conseguiu demonstrar em campo o que pode fazer.

Em 2019, foram apenas sete partidas. Os únicos dois jogos como titular vieram na reta final do comando de Luiz Felipe Scolari: o volante iniciou o empate por 1 a 1 com o Grêmio, quando o Verdão usou um time reserva, e foi surpreendentemente escalado para começar jogando na derrota por 3 a 0 para o Flamengo, que selou a demissão de Felipão. Além disso, entrou no decorrer de outras quatro partidas do Brasileiro e de uma da Copa do Brasil.

Fora dos inscritos para o Campeonato Paulista no começo do ano, Matheus só foi fazer sua estreia pelo Palmeiras em maio, já pelo Brasileirão. Com Mano Menezes, até agora, entrou em dois jogos, contra CSA e Botafogo, com participações discretas.

A justificativa para a pouca utilização do meio-campista é a mesma que já foi ouvida no clube quando a questão foi feita sobre outros jovens: em um elenco qualificado, com jogadores mais experientes e renomados, as oportunidades para os garotos são mais raras. Para piorar a situação, os concorrentes da posição têm brilhado.

Bruno Henrique, titular na função de segundo volante, é o capitão do time e, apesar de algumas oscilações em 2019, segue como uma peça-chave - é o artilheiro da equipe no Brasileiro, com sete gols. Matheus também pode atuar como primeiro homem, e nesse caso enfrenta a concorrência de Felipe Melo, um dos destaques técnicos da temporada, e Thiago Santos, que tem a confiança de Mano e correspondeu até com um raro e bonito gol para garantir o 1 a 0 sobre o Botafogo, no sábado (12).

No clube, Matheus é tratado como um talento a ser lapidado. Destaque do Botafogo, ele não foi contratado para assumir imediatamente a titularidade, mas como parte da política recente de trazer jovens que vão bem em outras equipes e prepará-los para o futuro - tática que foi pensada para nomes como Hyoran, Raphael Veiga, Zé Rafael e Luan, por exemplo. Nos treinos, o volante tem mostrado desenvoltura técnica, mas a intensidade ainda é um ponto a ser trabalhado.

Com o rodízio de titulares que marcou o ano passado abandonado nesta temporada, já que o Palmeiras está na disputa apenas do Brasileirão, Matheus tem uma tarefa bem difícil de achar mais espaço no elenco nesta reta final. O contrato do camisa 35 vai até 2023.

Vale lembrar que o clube ainda conta com outro atleta renomado para a posição: Ramires, contratado no meio do ano e que está atualmente entregue ao departamento médico para corrigir limitações de um tratamento de lesão feito na China. Ele pode voltar aos gramados só no ano que vem.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Palmeiras