Topo

Alvo do Inter batizou drible de D'Alessandro e impressionou José Mourinho

Técnico Eduardo Coudet, do Racing, é alvo do Internacional na Argentina - Divulgação/Racing
Técnico Eduardo Coudet, do Racing, é alvo do Internacional na Argentina Imagem: Divulgação/Racing

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

15/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Eduardo Coudet, alvo do Inter para comandar o time, é amigo pessoal de D'Alessandro.
  • O treinador foi colega de D'Ale no início da carreira e "batizou" o drible característico do meia.
  • Como treinador, Coudet foi elogiado por José Mourinho durante transmissão de jogo do Racing.
  • O português disse que o time tinha "nível europeu" e viu semelhanças entre o trabalho de Coudet e o dele.

Alvo do Inter, o técnico Eduardo Coudet mantém ótima relação com o principal líder do atual elenco vermelho: D'Alessandro. Parceiros desde os tempos de River Plate, foi "El Chacho" que batizou a jogada característica do camisa 10 do Colorado. E já como treinador, o atual comandante do Racing arrancou elogios de José Mourinho.

Coudet tem 45 anos, D'Ale 38. No River Plate, o capitão do Inter tinha subido das categorias de base enquanto o atual técnico do Racing já era rodado. Abusado, D'Ale apostava em seu drible característico, que fazia desde quando atuava no futebol de salão. Nos treinamentos, aplicava a jogada, ainda sem nome, até que Coudet a batizou.

"Ele começou a dizer que era 'La Boba', e o nome pegou. O drible virou 'La Boba' e segue até hoje", contou D'Ale ao canal Fox Sports em 2014.

O lance batizado por Coudet foi apenas um ato da amizade que se formou entre eles. O alvo do Inter para o comando técnico é amigo pessoal de D'Ale, chegou a ser convidado para o Lance de Craque, evento beneficente do armador. No início do ano, o presidente do Racing chegou a cogitar a contratação do ídolo do time gaúcho.

O tempo passou e Coudet virou técnico. O bom trabalho no Rosario Central o levou ao Tijuana, do México. E depois ao Racing, clube pelo qual conquistou o Campeonato Argentino.

E ao comentar um jogo da equipe pela Sul-Americana na rede DAZN, o treinador português José Mourinho se impressionou. O técnico referiu o Racing como uma equipe "de nível europeu" e viu semelhanças ao trabalho realizado por Coudet e o dele como treinador.

Contratação é tarefa difícil

Com dois dirigentes na Argentina, o Internacional tenta fechar a contratação de Coudet o quanto antes. No entanto não será tarefa fácil. Segundo o vice-presidente do Racing, Miguel Jiménez, o treinador garantiu que não irá deixar o clube pelo qual tem contrato até o meio do ano que vem.

O Internacional pretende se reunir com o representante do treinador e ouvir dele qual a possibilidade de mudança de planos. Sem multa rescisória, se o técnico se acertar com o clube, bastaria romper a ligação ao Racing para trabalhar no Brasil.

Na lista de alvos há ainda dois outros estrangeiros. Ariel Holan, que está sem clube, e Jorge Almirón, que comanda o Al-Shabab, da Arábia Saudita. No Brasil, quem ganha força na concorrência é Zé Ricardo.

Internacional