Topo

Por que Mano Menezes deve manter Deyverson como titular no Palmeiras

Deyverson em ação contra o Botafogo; centroavante foi titular com Mano pela primeira vez e deve seguir no time - Marcello Zambrana/AGIF
Deyverson em ação contra o Botafogo; centroavante foi titular com Mano pela primeira vez e deve seguir no time Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

14/10/2019 14h06

Resumo da notícia

  • Deyverson deve receber nova oportunidade como titular contra a Chapecoense
  • Mano aprovou a entrega e a movimentação do centroavante diante do Botafogo
  • Alternativas, como Borja e Henrique Dourado, estão em baixa; Willian deve ser ponta
  • Titular Luiz Adriano está com lesão na coxa e não tem previsão de retorno

O Palmeiras terá o retorno de suspensão de Willian para o jogo desta quarta-feira (16) contra a Chapecoense, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o técnico Mano Menezes deve manter Deyverson como centroavante titular da equipe, escalando o "Bigode" como ponta. Sem o titular Luiz Adriano, o treinador se convenceu de que essa é a melhor opção após a vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, no último sábado.

Deyverson foi titular na partida e, apesar de não ter tido nenhuma participação decisiva, agradou a Mano pela entrega e pela movimentação com e sem a bola. O camisa 16 mostrou a vontade de sempre ao brigar pelas jogadas na frente e atrapalhar os zagueiros. O treinador chegou até a dizer que o atacante, às vezes, faz mais do que precisa em campo, pela ansiedade "comum de um jovem" (o jogador tem 28 anos).

Esse aspecto do jogo de Deyverson, que já era bastante valorizado pelo antecessor Luiz Felipe Scolari, fez com que ele levasse vantagem contra o principal concorrente de momento: Borja. Mano afirmou na coletiva após a partida que o colombiano tem um comportamento mais "passivo", querendo dizer que ele não participa do jogo com tanta intensidade. Depois de começar como reserva imediato de Luiz Adriano nos primeiros jogos com o técnico, Borja perdeu espaço recentemente.

Já Henrique Dourado, que fez sua reestreia com a camisa do Palmeiras no sábado, ainda precisa recuperar o ritmo de jogo. Foi apenas a primeira partida do "Ceifador" desde março, quando ele quebrou a perna ainda atuando na China. O centroavante tem treinado normalmente, mas ainda não deve receber a primeira chance como titular. Seu contrato de empréstimo vai só até o fim do ano.

A outra opção de Mano seria escalar Willian como centroavante, que foi a alternativa escolhida pelo técnico quando Luiz Adriano saiu machucado ainda no primeiro tempo da derrota por 2 a 0 para o Santos. Porém, o camisa 29 teve atuação apagada entre os zagueiros, pegou pouco na bola e ainda foi expulso por uma entrada mais forte em Pituca. O atacante, aliás, já afirmou no passado que jogar como 9 não é sua preferência.

Assim, o cenário para a manutenção de Deyverson está desenhado para a partida contra a Chapecoense, marcada para as 21h da quarta-feira. Com mais uma chance recebida como titular, que deverá ser apenas a segunda com Mano, o camisa 16 tentará reencontrar as redes: seu último gol foi em 13 de junho, contra o Avaí, ainda com Felipão. Enquanto isso, Luiz Adriano segue sem um prazo de recuperação estipulado pelo Palmeiras.

Palmeiras