Topo

Futebol


Advogado diz que Ralf prestará assistência a prejudicados por acidente

Carro do volante Ralf, do Corinthians, é filmado após acidente na zona leste de São Paulo - Lucas Faraldo/UOL
Carro do volante Ralf, do Corinthians, é filmado após acidente na zona leste de São Paulo Imagem: Lucas Faraldo/UOL

Do UOL, em São Paulo

14/10/2019 19h43

A polícia de São Paulo continua investigando o acidente de carro envolvendo o jogador Ralf, do Corinthians. Em entrevista ao programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, o advogado do jogador, Daniel Bialski, alegou que Ralf não estava na direção do carro e que o cliente tentava escapar de uma tentativa de assalto no momento do acidente.

"Infelizmente o motorista se assustou com uma moto que tinha um cara que estaria armado", afirmou Bialski.

Na última sexta, o veículo em que ele se encontrava atropelou um idoso de 68 anos, atingiu um ponto de ônibus e invadiu uma casa na Zona Leste da capital paulista. As autoridades querem confirmar quem conduzia o veículo: se era Ralf ou outra pessoa.

A fala do advogado reforça a versão apresentada pelo Corinthians em nota, de que o volante e os outros três ocupantes do carro fugiam de criminosos e teriam perdido o controle da direção. Retirado do local por seguranças, o jogador estaria disposto a colaborar com as investigações.

"Ele vai prestar toda a assistência aos prejudicados e vitimados", disse Bialski. "Não só ele como a família, a equipe de segurança e a assessoria", acrescentou o advogado.

O idoso atropelado estava em um ponto de ônibus no momento do acidente. O carro, que vinha em alta velocidade, atingiu o ponto, arremessou o senhor e invadiu a garagem de uma residência no bairro Água Rasa. Após a chegada dos bombeiros no local, o volante foi reconhecido pelos vizinhos, que cercaram o carro parcialmente. Segundo o boletim de ocorrência do caso, o segurança que acompanha Ralf testou positivo para embriaguez no bafômetro.

O advogado também nega que o segurança do jogador tenha ameaçado as pessoas que estavam no local: "Não há nada no boletim de ocorrência e nem nos depoimentos"

O caso foi registrado como culposo no 31º Distrito Policial, do bairro Carrão, e também como embriaguez ao volante e fuga do local do acidente e é investigado pelo 30º DP, do Tatuapé.

"Acidente todo mundo está sujeito (a sofrer). E o caso teve uma repercussão maior porque é um jogador do Corinthians, um jogador de futebol famoso, mas que não tem qualquer tipo de antecedente desse tipo", defendeu Bialski.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol