Topo

Seleção Brasileira


Tite entende críticas à seleção, mas elogia desempenho no segundo tempo

Tite orienta a seleção brasileira no amistoso Brasil x Nigéria - Roslan Rahman/AFP
Tite orienta a seleção brasileira no amistoso Brasil x Nigéria Imagem: Roslan Rahman/AFP

Do UOL, em São Paulo

13/10/2019 13h04

O empate de 1 a 1 da seleção brasileira contra a Nigéria na manhã (pelo horário de Brasília) de hoje (13), foi definido pelo técnico Tite como um "resultado insuficiente". O treinador, em entrevista coletiva concedida ainda no Estádio Nacional de Cingapura, apresentou discurso e semblante de quem reconhece ser necessário melhorar, mas também enxerga evolução no recente "processo de ajuste" pelo qual a equipe passa.

"O resultado foi insuficiente. Em matéria de resultado, a Seleção brasileira sempre quer vencer e busca vencer. Mas, principalmente no segundo tempo, tivemos um grande desempenho. Tivemos posse de bola e criatividade. Não adianta ter posse de bola sem criar, mas criamos. Faltou efetividade para fazer o gol", declarou.

A seleção brasileira está em jejum de vitórias desde o título da Copa América, com empates contra Colômbia, Senegal e agora Nigéria, além de uma derrota para o Peru. Tite voltou a citar a pressão por resultados positivos, mas argumentou que sua equipe passa por um processo de ajuste suscetível a erros, principalmente em partidas não oficiais.

"Vivemos em função de resultado, e às vezes a ótica é essa. Existe um processo, inclusive de erro, de ajuste tático da equipe. O que não pode é [ainda estar nesse processo em] competição oficial. Mas agora, é do jogo. Crítica tem que saber ter maturidade para receber", afirmou.

"Eu sei que tenho a pressão do resultado, mas só se consegue fazer jogos preparatórios, não amistosos, se você deixar o campo falar. Por exemplo, o [Renan] Lodi jogou muito. Jogou muito. Então tivemos a possibilidade de ter um jogador mais agressivo pelos lados e ter mais um no hall de jogadores da equipe", completou, se referindo especificamente ao lateral do Atletico de Madrid, convocado pela primeira vez.

Em preparação para o início das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2022, agendado para março do ano que vem, a seleção de Tite volta a campo para novos amistosos no próximo mês de novembro, quando encara Argentina e Coreia do Sul, provavelmente na Arábia Saudita e nos Emirados Árabes, em datas e até locais a serem ainda confirmados pela CBF.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Seleção Brasileira