Topo

Vasco e Wendel travam luta por valores de rescisão contratual no TST

Volante Wendel concede entrrevista coletiva no estádio de São Januário (12/08/2013) - Vinicius Castro/ UOL
Volante Wendel concede entrrevista coletiva no estádio de São Januário (12/08/2013) Imagem: Vinicius Castro/ UOL

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/10/2019 04h00

Em julgamento ocorrido no Tribunal Superior do Trabalho (TST), o ministro Mauricio Godinho Delgado julgou improcedente o pedido do volante Wendel, que pedia que os direitos de imagem recebidos no Vasco fizessem parte da base de cálculo para o pagamento da rescisão. Ainda cabe recurso, mas o clube entende que fará uma economia de cerca de R$ 300 mil caso a decisão seja mantida.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Vasco