Topo

Marcão exalta empate do Fluminense no Mineirão: "Jogo de transpiração"

Do UOL, no Rio de Janeiro

10/10/2019 01h03

O Fluminense não fez grande partida, mas segurou empate sem gols com o Cruzeiro e conseguiu um importante resultado no Mineirão. O técnico Marcão exaltou a entrega da equipe mesmo quando o planejamento não saiu como o esperado.

"Jogar aqui diante da equipe do Cruzeiro é sempre muito difícil. Realmente não conseguimos chegar da maneira que sempre chegamos ao ataque. Não conseguimos fazer a transição. Foi um jogo de transpiração. Mas estou feliz pelo time. Os jogadores transpiraram muito. Foi importante o resultado, levar um ponto para o Rio de Janeiro", declarou.

Em três partidas sob o comando do ex-auxiliar permanente, efetivado no comando da equipe, o Flu ainda não foi derrotado. A sequência invicta é ainda maior, já que o Tricolor empatou com o Santos, ainda com Oswaldo de Oliveira, em jogo que selou sua demissão.

"Viemos para buscar a vitória, como sempre, mas jogo não encaixou ofensivamente da maneira que queríamos. O que não podíamos era sairmos derrotado. A equipe se entregou. Quarto jogo sem derrota, mais um sem tomar gol".

O treinador ainda lamentou os desfalques para sábado, quando o Fluminense enfrenta o Bahia, às 19h, no Maracanã. Marcão não definiu os substitutos, mas sabe que não contará com Ganso e Yuri, que receberam o terceiro cartão amarelo. A dupla se soma a Allan e Caio Henrique, que estão com a seleção olímpica, e Marcos Paulo, convocado para a seleção sub-19 de Portugal. Em compensação, o zagueiro Digão e o atacante Wellington Nem devem ser opções para a partida.

"Agora é chegar em casa, no hotel e já começar a pensar no que vamos fazer para o próximo jogo. Mais uma decisão para o Fluminense. Mas tenho muita confiança no grupo que temos, todos que entram têm correspondido à altura. Quem entrar vai corresponder à expectativa", disse Marcão.

O técnico também minimizou a discussão entre Ganso e João Pedro no primeiro tempo. A dupla chegou a conversar de maneira mais amena em campo na segunda etapa. Para Marcão, a situação é normal em um jogo tenso.

"Não vi, não participei da situação. Mas era jogo quente, jogo pesado. Algumas discussões são normais de acontecer. Torcida do Cruzeiro incentivando a equipe. Em alguns momentos não dá para pedir por favor. Ganso já viveu muita coisa. JP é inteligente sabe que em alguns momentos vai ter uma chegada mais forte", opinou.

Na 15ª colocação do Campeonato Brasileiro, o Fluminense agora tem 26 pontos e manteve três de vantagem para a zona de rebaixamento, encabeçada agora pelo Ceará, com 23. O Cruzeiro, rival da noite, soma sete jogos sem vencer na competição e segue na 18ª posição, com 21 pontos.

Fluminense