Topo

Artilheiro azarado: Pablo volta a preocupar SPFC de Diniz antes de clássico

Arthur Sandes e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

10/10/2019 04h00

Fernando Diniz mal assimilou ainda o empate do São Paulo por 0 a 0 com o Bahia, ontem, pelo Campeonato Brasileiro, e já sabe que tem partir em busca de uma vitória no clássico com o Corinthians, no próximo domingo (13), no Morumbi. Para tanto, o técnico saiu da Fonte Nova já precisando pensar em uma maneira de substituir seus muitos desfalques. Além da ausência dos selecionáveis Daniel Alves e Antony, o Tricolor paulista pode perder o seu artilheiro na temporada. O atacante Pablo sentiu o adutor da coxa direita em Salvador.

Considerado um dos principais reforços do clube para a temporada, Pablo balançou as redes em sete vezes em 2019. No entanto, ele já deixou de entrar em campo em 20 partidas por causa de problemas físicos (12 confrontos devido a uma cirurgia lombar e oito por conta de lesão ligamentar no tornozelo direito). Nesta quarta, saiu do campo de carrinho, visivelmente abalado. Ele passa por exames no final da tarde de hoje, para saber a gravidade do problema.

Amanhã (10), o São Paulo treina na capital baiana antes de voltar para casa. Além de Pablo, Juanfran, que saiu de campo com dores musculares, também será examinado pelo departamento médico. Liziero foi o terceiro substituído, por sentir cãibras.

"Vamos esperar. O Pablo não está descartado para domingo. Ele estava com uma dor no adutor. Achamos que reunia condições conversando com departamento médico. Vamos aguardar para ver se tem condições de jogar contra o Corinthians."
Fernando Diniz

"Às vezes as lesões acontecem e a gente quer achar um culpado, mas não tem culpado. Ninguém sabe ao certo porque [o atleta] machuca muito", argumentou Diniz. "Às vezes o jogador não fala o que estava sentindo, às vezes é o treinamento... Apontar o departamento médico acaba sendo uma injustiça muito grande. O departamento médico do São Paulo tem profissionais muito qualificados", continuou o treinador.

Cansaço

Assim como aconteceu na partida com o Fortaleza, o São Paulo tentou impor o seu ritmo no duelo de ontem com o Bahia no primeiro tempo. Depois de dominar as ações na etapa inicial, a equipe cansou e perdeu rendimento nos 45 finais. Os próprios jogadores reconhecem a queda de performance.

Esquema tático

Aos poucos o estilo de Fernando Diniz se desenvolve cada vez mais no São Paulo, que ontem valorizou bastante a posse de bola e trocou 489 passes - muito mais do que contra Fortaleza (427) e Flamengo (245). Até mesmo o goleiro Tiago Volpi usou os pés para servir os companheiros. Mas ainda são claros os sinais de um time em transição em seu modelos de jogo: foram 79 passes errados no total, incluindo 15 cruzamentos sem direção.

Em branco contra o Bahia

O São Paulo não conseguiu fazer nem sequer um gol contra o Bahia em quatro partidas disputadas nesta temporada. Além do 0 a 0 de ontem, o clube também registrou o mesmo placar no primeiro turno do nacional de pontos corridos. Já na Copa do Brasil, foram duas derrotas por 1 a 0. Desta vez, no entanto, o empate tem um sabor um pouco melhor para o time paulista. Afinal, Diniz manteve a sua invencibilidade e a equipe atuou fora de casa.

Quem está pendurado e quem está fora do clássico

Mais uma vez, Fernando Diniz não vai contar com Daniel Alves e Antony, que foram convocados pela seleção brasileira. A lista de desfalques para o clássico também é formada por Everton (lesão no joelho esquerdo) e Rojas (cirurgia no joelho direito), ambos vetados pelo departamento médico. Já Juanfran (dores musculares), Pablo (adutor da coxa direita), Toró (lesão muscular) e Raniel (amigdalite) são dúvidas.

Por fim, o time tem como pendurados com dois cartões amarelos Tchê Tchê, Reinaldo, Liziero, Anderson Martins, Luan, Raniel, Igor Gomes e Pablo.

Qual é o principal obstáculo do São Paulo no clássico contra o Corinthians?

Resultado parcial

Total de 887 votos
27,40%
Marcello Zambrana/AGIF
27,62%
Marcello Zambrana/AGIF
15,22%
Érico Leonan / saopaulofc.net
29,76%
false
Total de 887 votos

Blogueiros opinam

Menon

"As contusões atrapalham e muito o São Paulo. Possivelmente vou esquecer alguém, mas além dos três de hoje, Anderson Martins, , Everton, Hernanes, Pato e Daniel já desfalcaram o time E a recuperação é lenta. É muito arriscado apontar o dedo e mostrar culpados. Não entendo nada de questões médicas ou fisiológicas, então, só posso dizer que está muito estranho."

Juca Kfouri

"O que teve de correria não teve de emoção no primeiro tempo de Bahia e São Paulo, na Fonte Nova, com 32.021 torcedores. Tirante um chute de Hernanes no primeiro minuto, salvo na linha fatal pela zaga baiana, o que se viu foi muito passe errado e muito esforço."

São Paulo