Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Preterido, Cássio tem missão de parar ataque do time do novo eleito de Tite

Goleiro do Corinthians soma 20 partidas no Campeonato Brasileiro e tem média de 0,6 defesa difícil a cada uma - Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians
Goleiro do Corinthians soma 20 partidas no Campeonato Brasileiro e tem média de 0,6 defesa difícil a cada uma Imagem: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

09/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Cássio está fora da seleção desde a Copa América e Santos, do Athletico, foi chamado
  • Os paranaenses têm o segundo melhor ataque do Brasileirão como visitantes, 17 gols
  • Já o goleiro corintiano vive boa fase com o time de melhor defesa do campeonato
  • Na seleção, inclusive, ele ganhou mais concorrência, mas segue nos planos futuros

Os testes promovidos por Tite na seleção brasileira fizeram o goleiro Cássio ser preterido na convocação para os amistosos contra Senegal e Nigéria, amanhã (10) e domingo (13), respectivamente.

Santos, do Athletico-PR, é quem foi chamado, o que o torna desfalque no jogo de seu time amanhã, às 19h15, justamente contra o Corinthians. Em campo por sua equipe - e não pela seleção -, o corintiano ainda terá uma missão complicada nesta 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Athletico tem o segundo melhor ataque da competição como visitante. São 17 gols marcados, dois a menos que o líder Flamengo, em 12 partidas. O poder de fogo do time campeão da Copa do Brasil de 2019 será novamente colocado à prova na Arena Corinthians, onde os mandantes sofreram só cinco gols nas mesmas 12 atuações.

O Corinthians de Cássio, aliás, tem a melhor defesa do Brasileirão até o momento. O goleiro é peça importante neste objetivo.

São 12 defesas difíceis em 20 jogos no Brasileirão, média de 0,6 por partida, de acordo com dados da plataforma Footstats. Além disso, ele é um dos goleiros que mais trabalham na competição contando as defesas simples. Apesar de lances como a falha na derrota contra o Fluminense, em setembro, o goleiro continua unânime.

A questão agora é o momento na seleção. Apesar de ter sido preterido por Santos nesta convocação e também ter ficado fora nos amistosos contra Colômbia e Peru, quando Ivan, da Ponte Preta, foi lembrado, Cássio não é uma peça descartada por Tite em listas futuras. Pelo contrário.

Cássio tem a confiança da comissão técnica, já foi testado no convívio com o grupo, com Copa do Mundo da Rússia e título da Copa América no currículo, e tem características de jogo conhecidas profundamente pelos profissionais da seleção.

A diferença é que agora ele tem um novo concorrente de luxo, que é Santos. Antes de novas convocações entrarem no foco, ao menos amanhã o goleiro do Corinthians espera reinar sozinho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Corinthians