Topo

Guerrero, Odair, Bruno e vice são denunciados por confusão em Inter x Fla

Paolo Guerrero, durante partida entre Internacional e Flamengo. Peruano será julgado - Thiago Ribeiro/AGIF
Paolo Guerrero, durante partida entre Internacional e Flamengo. Peruano será julgado Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

09/10/2019 11h21

Paolo Guerrero e Bruno, que foram expulsos, o técnico Odair Hellmann e o vice de futebol Roberto Melo, do Inter, foram denunciados e serão julgados na próxima sexta-feira no STJD. Tudo em razão dos incidentes na partida contra o Flamengo, pela 21ª rodada do Brasileiro.

Guerrero, expulso por xingar o juiz "em inglês", está citado no artigo 243-F, que fala sobre "ofender alguém em sua honra". Caso condenado, poderá pegar suspensão de um a seis jogos e multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

Pelo gesto obsceno feito em direção aos torcedores do Flamengo, registrado pela transmissão da partida, Guerrero será julgado no artigo 258-A, que fala sobre "provocar o público durante a partida", e poderá ser suspenso de duas a seis partidas.

Bruno, expulso ao cometer pênalti em Gabigol, será julgado no parágrafo primeiro do artigo 250, "impedir oportunidade clara de gol". O jogador pode ser suspenso de um a três jogos.

O técnico Odair Hellmann, citado no artigo 258 parágrafo segundo, inciso II, "desrespeitar membros da equipe de arbitragem", pode ser suspenso de um a seis jogos. E o vice de futebol Roberto Melo, que deu entrevistas reclamando muito do juiz depois da partida, também está julgado pelo mesmo artigo, e como se trata de um dirigente pode pegar pena de suspensão de 15 a 180 dias. Além de ofender o árbitro, que o fez ser citado no artigo 243-F, e, se condenado, pode ficar afastado de 15 a 90 dias.

O julgamento, oficializado pelo STJD, ocorrerá no Rio de Janeiro, na sexta-feira, na sede da entidade.