Topo

Botafogo vence Goiás e alivia crise após quatro derrotas seguidas

Do UOL, no Rio de Janeiro

09/10/2019 21h12

O Botafogo fez o dever de casa e venceu o Goiás por 3 a 1 nesta quarta-feira. A partida no Nilton Santos teve um quê de dramática. Isso porque os donos da casa estavam sem técnico após a demissão de Eduardo Barroca (Bruno Lazaroni foi o interino) e ainda contava com quatro desfalques. O triunfo interrompeu uma série de cinco jogos sem vencer. Para piorar, eram quatro derrotas consecutivas. Gabriel, João Paulo e Leo Valência balançaram as redes para os donos da casa e Marcelo Benevenuto (contra) descontou para os visitantes.

Com o resultado, o Botafogo chega aos 30 pontos e se mantém na 12ª posição do Campeonato Brasileiro. O triunfo foi importante para afastar ainda mais a zona de rebaixamento. O Alvinegro volta a campo no sábado, quando medirá forças com o Palmeiras, no Pacaembu.

O Goiás, por sua vez, se mantém com 33 pontos na décima posição. O Esmeraldino volta a campo no sábado, quando receberá o CSA, no Serra Dourado.

Os melhores: João Paulo, Bochecha e Cícero

O tão criticado meio-campo do Botafogo deu grande resposta nesta quarta-feira. O trio armou bem o time e participou diretamente dos gols marcados.

Os piores: Luiz Fernando

O atacante não vive bom momento. Não deu sequência às jogadas e foi criticado pela torcida. Já mostrou potencial, mas precisa melhorar.

Botafogo pressiona com jogadas pelos lados

Pressionado pelos maus resultados, os jogadores do Botafogo tiveram que lidar com a paciência reduzida dos torcedores. A cada passe para trás, entre os zagueiros, vaias das arquibancadas eram ouvidas. Empurrado pelos alvinegros, o time passou a levar perigo ao Goiás usando os lados do campo.

Goiás joga no erro do adversário e leva perigo

O Goiás, por sua vez, jogava no erro do Botafogo e esperava uma oportunidade para levar perigo. Isso ocorreu a partir dos 15min, quando os donos da casa passaram a vacilar e gerar oportunidades para o adversário.

Tadeu salva golaço de Bochecha

O Botafogo retomou a rédea da partida e voltou a ficar próximo de abrir o placar. E o primeiro gol só não saiu porque Tadeu fez defesa espetacular. Bochecha recebeu na entrada da área, gingou para cima de Rafael Vaz e acertou belo chute no ângulo. O goleiro do Goiás, em grande fase, meteu a mão na bola e mandou para escanteio.

Botafogo abre placar com Gabriel

Na cobrança do escanteio, o Botafogo abriu o placar. João Paulo cobrou no primeiro pau e viu Marcelo Benevenuto desviar para Gabriel fechar empurrando para o fundo das redes, no segundo pau. Alvinegro voltou a balançar as redes após três partidas passando em branco.

Botafogo acerta trave com Fernando

O Botafogo ficou muito próximo de ampliar, e novamente em jogada de bola parada. João Paulo mais uma vez cobrou com extrema qualidade, e Fernando subiu mais que a zaga para acertar o travessão.

Cícero tem gol anulado

Os donos da casa não sentaram em cima da vantagem e ficaram muito mais próximos de ampliar do que levar o empate. Cícero chegou a balançar as redes após nova cobrança de falta de João Paulo. A arbitragem assinalou impedimento que foi confirmado pelo VAR.

Em segundo tempo aberto, Goiás tem gol anulado pelo VAR

Após ser dominado no primeiro tempo, o Goiás voltou com postura mais ofensiva no segundo. E não demorou para Michael balançar as redes de Diego Cavalieri. O lance não teve impedimento, mas contou com um toque de não no início da jogada. Revisto pelo VAR, acabou anulado pela arbitragem.

Botafogo amplia com João Paulo

Logo na primeira ação após a anulação do gol do Goiás, o Botafogo chegou ao segundo, para alívio geral de seus torcedores. Diego Souza deu bom passe para Bochecha, que finalizou em cima de Tadeu. No rebote, João Paulo, de cabeça, mandou por cobertura e estufou as redes: 2 a 0.

Goiás desconta com gol contra de Marcelo Benevenuto

Após 2 a 0, o Goiás partiu para cima do Botafogo para tentar uma reação. E conseguiu. Após boa jogada pela direita, Michael, outro destaque individual da comeptição, finalizou para boa defesa de Cavalieri. O azar é que a bola ainda rebateu em Marcelo Benevenuto antes de entrar.

Valencia marca o gol do alívio

O gol do Goiás deixou o jogo vivo, mas o Botafogo tratou de 'matar' o duelo logo em seguida. Leo Valencia havia acabado de entrar e marcou o gol que deu tranquilidade aos donos da casa. Cícero deu grande enfiada, mas Diego Souza errou a cabeçada. Pimpão aproveitou e rolou para o chileno estufar as redes.

BOTAFOGO 3 X 1 GOIÁS

Data e hora: 09/10/2019, às 19h15 (horário de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Árbitro: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC)
Auxiliares: Helton Nunes e Éder Alexandre (SC)
VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Cartões amarelo: Cícero (BOT) Léo Sena (GOI)
Gols: Gabriel, aos 31min do primeiro tempo; João Paulo, aos 19min, Marcelo Benevenuto (contra), aos 31min, e Leo Valência, aos 35min do segundo tempo

Botafogo: Diego Cavalieri; Fernando, Marcelo, Gabriel e Yuri (Lucas Barros); Cícero (Allan Santos), João Paulo e Bochecha; Pimpão, Luiz Fernando (Leo Valência) e Diego Souza. Técnico: Bruno Lazaroni (interino)

Goiás: Tadeu; Yago Rocha (Marlone), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto, Yago Felipe e Léo Sena; Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia (Kaio). Técnico: Ney Franco