Topo

Parceiro de Rodrygo na base, Lucas Lourenço deve voltar a ser relacionado

Lucas Lourenço em atuação pela equipe sub-20 do Santos - Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
Lucas Lourenço em atuação pela equipe sub-20 do Santos Imagem: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

08/10/2019 11h10

Com muitos desfalques, o técnico Jorge Sampaoli tem problemas para montar o banco de reservas do Santos no clássico contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o meio-campo como setor mais fragilizado, o jovem Lucas Lourenço deve ganhar espaço e ser relacionado para a partida.

O Peixe não terá à disposição o meia Evandro, que cumpre suspensão automática, além de Cueva, que ficava no banco em casos emergenciais, e Sandry convocados para seleções do Peru e Brasileira sub-17, respectivamente.

Assim, se Alison, Pituca e Sánchez, que se recuperou recentemente de dores na coxa direita, entrarem como titular, apenas Jobson e Jean Mota serão opções no banco de reservas. Dos dois, Jobson jamais atuou pelo Peixe e Jean Mota não costuma ser utilizado na função de armação.

Além dos três desfalques, o ataque santista não terá o venezuelano Soteldo e o paraguaio Derlis González, ambos convocados para suas seleções. A tendência é que Marinho e Tailson sejam titulares da equipe e Allanzinho e Wesley Pinheiro sejam relacionados para o banco.

Além dos três, Yuri Alberto e Alexandre Tam também foram cortados a pedido da comissão técnica de Jorge Sampaoli da viagem da equipe sub-20 ao Rio de Janeiro para enfrentar o Botafogo, amanhã, pelo Brasileirão da categoria.

Lucas Lourenço estreou no profissional do Santos no ano passado, promovido pelo ex-técnico Cuca já no final da temporada. O meia é um camisa 10 clássico, com visão de jogo e passes precisos. Ele formou trio de ataque mortal no sub-17 ao lado de Rodrygo e Yuri Alberto, mas ficou para trás quando os dois companheiros foram alçados por Elano na equipe de cima.

A última vez que Lourenço foi relacionado para uma partida da equipe profissional foi no final de fevereiro, na partida contra o River Plate (URU), no Pacaembu, que terminou em empate por 1 a 1 e eliminação santista na Copa Sul-Americana.

Allanzinho é o principal destaque do sub-20 no ano, artilheiro do Peixe nos dois torneios da categoria (Paulista e Brasileiro). Ele já havia chamado a atenção de Sampaoli e a última vez que foi para o banco de reservas se deu diante do Botafogo no final de julho. Wesley Pinheiro é outro que chamou atenção do argentino, mas pode aparecer pela primeira vez no banco de reservas no clássico.