PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Neymar aproveita vestiário "espanhol" e ganha voz em meio à crise no PSG

Nicolas Tucat/AFP
Imagem: Nicolas Tucat/AFP

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

07/10/2019 04h00

Neymar chama os atacantes do Paris Saint-Germain para uma conversa de posicionamento durante a goleada de 4 a 0 contra o Angers, sábado, no Parque dos Princípes, pelo Campeonato Francês. O papo em espanhol com Icardi, Di Maria e Sarabia flui rápido e tem efeitos práticos com o bom rendimento do quarteto ofensivo. A cena ilustra uma versão de liderança verbal do camisa 10 no PSG à base de um idioma o qual domina e hoje é o mais utilizado no clube francês.

A reunião dos hispânicos é um trunfo para facilitar a comunicação de Neymar no PSG, segundo apurou o UOL Esporte. Fluente no espanhol, e sem conseguir se comunicar em francês nos vestiários, o brasileiro agora vê 9 jogadores do elenco (Navas, Sergio Rico, Bernat, Paredes, Herrera, Sarabia, Di Maria, Icardi, Cavani) com o espanhol como língua nativa.

No entorno dos brasileiros do PSG, Marquinhos e Thiago Silva PSG há a sensação de que o novo diretor esportivo do clube, Leonardo, se preocupou com a comunicação de Neymar no vestiário. Para a temporada chegaram 5 reforços de língua espanhola: o goleiro da Costa Rica, Keylor Navas, e o da Espanha, Sérgio Rico, os meio campistas da Espanha, Ander Herrera e Pablo Sarabia, e o atacante da Argentina, Mauro Icardi. Entre os contratados, somente o meio-campo do Senegal, Idrissa Gueye tem o francês como idioma adotado no vestiário.

"Foi muito fácil chegar aqui em um time com jogadores que falam espanhol. A adaptação foi fácil e isso que importa, pois me sinto muito cômodo no PSG", disse Icardi.

Nos vestiários na temporada passada, a língua predominante ainda era o francês. Neymar se apoiava em Thiago Silva e Marquinhos, fluentes no idioma, em discussões com o grupo. O treinador alemão, Thomas Tuchel, estudou francês intensamente para adotar o idioma como padrão e também contava com um tradutor contratado pelo clube em seu primeiro ano no cargo.

"Essa entrevista está parecendo o meu vestiário. Todo mundo falando em espanhol", brincou Tuchel na entrevista coletiva de véspera do duelo entre PSG X Real Madrid, no Parque dos Princípes, pela Liga dos Campeões - PSG venceu o confronto por 3 a 0 -.

O papo do treinador com Neymar acontece em uma mistura de francês e inglês, algo que dificulta o camisa 10. O fato também já fez Tuchel descartar o atacante brasileiro como capitão do PSG. Para isso, apenas Thiago Silva e Marquinhos estão credenciados.

A comunicação em espanhol no vestiário ainda pode ser adotada por Neymar com outros jogadores. Entre os titulares, Marco Verratti e Mbappé têm bom domínio da língua. Isso faz com que o time base do PSG tenha apenas o lateral direito belga Meunier sem conseguir conversar com Neymar - idioma utilizado pelo jogador é francês -.

Além da prática no espanhol, Neymar demonstra evolução na língua francesa na base do convívio. Mesmo sem estudar, diferentemente do que fizeram Thiago Silva e Marquinhos, o camisa 10, em sua terceira temporada no clube, agora encontra facilidade para compreensão. As perguntas em entrevistas e brincadeiras do veículo institucional PSG são feitas a Neymar em francês. O fato possibilita o clube de colocar em prática um plano para melhorar a relação do brasileiro com o torcedor parisiense.

Esporte