Topo

UOL Esporte vê TV


"Não tinha paciência com jogador ruim", diz Muller sobre fase como técnico

Muller foi o convidado do Bola da Vez desta semana - Divulgação
Muller foi o convidado do Bola da Vez desta semana Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/10/2019 01h45

Comentarista da TV Gazeta, Muller foi o convidado especial do Bola da Vez da madrugada deste domingo (6). O ex-atacante da seleção brasileira falou, entre outros assuntos, sobre sua breve carreira de treinador, que durou cinco anos (2009-11 e 2014-15). O ex-jogador afirmou que faltou paciência para lidar com jogadores e dirigentes.

"Eu não tinha paciência com jogador ruim. E outra coisa é que técnico não é valorizado no Brasil no sentido de que os dirigentes não respeitam o nosso conhecimento. Então, eu tinha que discutir tática com diretores que nunca tinham jogado bola, e eles achavam que sabiam mais que eu. Depois veio o convite para ser comentarista, então a minha carreira como treinador foi curta", declarou.

Em sua carreira como jogador, além da seleção brasileira, Muller atuou por São Paulo, Torino (ITA), Palmeiras, Santos, Cruzeiro, Corinthians, entre outros.

O ex-atacante foi tetracampeão mundial com a seleção em 1994, na Copa do Mundo dos Estados Unidos, e bicampeão mundial de clubes com o São Paulo, em 1992 e 1993, anos em que também levantou as taças da Libertadores com o clube paulista.

No âmbito nacional, Muller foi bicampeão brasileiro pelo Tricolor paulista, em1986 e 1991, e campeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, em 2000.