Topo

Marcão enaltece espírito do time do Fluminense e avisa: 'É só o começo'

Marcão acredita que time do Fluminense ainda vai evoluir no Campeonato Brasileiro - LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.
Marcão acredita que time do Fluminense ainda vai evoluir no Campeonato Brasileiro Imagem: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

06/10/2019 19h22

Efetivado no cargo de treinador nesta semana, Marcão elogiou a entrega e disposição do elenco do Fluminense após a vitória no clássico com o Botafogo, na tarde de hoje (6). Ele aproveitou para enaltecer o fato de o torcedor "ter abraçado" o time em um momento difícil e avisou: "É só o começo".

Com o triunfo sobre o rival alvinegro, o time das Laranjeiras chegou a 25 pontos no Campeonato Brasileiro, conseguindo uma vantagem em relação à zona de rebaixamento.

"Temos de enaltecer a entrega de todos os jogadores, do staff... Todo mundo. Até o torcedor entendeu o momento de dificuldade e abraçou. Conseguir duas vitórias no campeonato é muito importante. Vamos dar sequência ao trabalho, ao espírito, à entrega. É só o começo. Se a equipe mantiver esse espírito, outros bons resultados virão", disse, referindo-se ao triunfo sobre o Grêmio, na última rodada.

Marcão apontou ainda o que enxergou de deficiência na equipe no duelo no Nilton Santos.

"Nossa equipe teve transição muito rápida, conseguimos fazer. Mas o Botafogo nos apertou e abrimos espaço. Fico feliz porque conseguimos chegar no gol do Botafogo, mas não transformamos tudo em gol. Vamos treinar para melhorar na próxima oportunidade", apontou.

Sob o comando de Marcão, o Fluminense voltou ao 4-3-3, se assemelhando ao que vinha fazendo sob o comando de Fernando Diniz, que hoje está no São Paulo. Com Oswaldo de Oliveira, demitido recentemente, o time estava usando o 4-4-2.

O treinador tricolor indicou que o retorno à antiga formação teve influência do próprio elenco.

"A equipe já tinha um DNA, jogava assim há sete ou oito meses. É uma forma do Fernando, de posse de bola e transições importantes. A forma que eles estão jogando foi após uma conversa com o grupo sincera e transparente. Gosto da maneira que o Fluminense joga. Traz uma dificuldade para o adversário. Vamos manter dessa forma, uma equipe corajosa. Não temos que ter medo de jogar", ressaltou.