Topo

Pituca reencontra "adversário preferido" para retomar boa fase no Santos

Diego Pituca comemora após marcar pelo Santos contra o Vasco - Marcello Zambrana/AGIF
Diego Pituca comemora após marcar pelo Santos contra o Vasco Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

05/10/2019 04h00

O volante Diego Pituca não é muito de fazer gols. No entanto, o camisa 21 costuma dar sorte contra o Vasco, adversário de hoje, às 17h, em São Januário. Dois dos quatro gols de Pituca com a camisa do Santos foram contra a equipe carioca e, agora, o volante reencontra o cruz-maltino durante o que talvez seja sua pior fase desde que subiu ao profissional do Peixe.

As duas vitórias do Peixe nos últimos nove jogos no Nacional passaram pelos pés de Pituca, apesar da queda de rendimento do atleta. O volante é o principal articulador do time, com média de 55 passes por jogo, mas só atingiu esse número em duas das últimas nove partidas, uma delas a vitória sobre o CSA por 2 a 0.

Aliado a essa diminuição das vezes em que Pituca foi acionado está o aumento dos erros de passe do volante: de 6,4% nas 13 primeiras rodadas para 9,1% nos últimos nove jogos. Antes do jogo contra o CSA o número era ainda maior: 10,7% de erro nos passes.

A construção de jogadas do Santos passa inevitavelmente pelos pés de Pituca, e o Peixe sofre quando o volante não está no seu melhor. A importância do jogador, que já atuou em todas as funções do meio-campo, é tamanha que ele ficou fora da equipe titular em apenas cinco dos 49 jogos do clube no ano, maior marca do elenco.

Contra o Vasco, Pituca já atuou cinco vezes na ainda curta carreira pelo Peixe, com três vitórias, um empate e uma derrota. A atuação no primeiro turno, com direito a golaço de cobertura, foi uma das melhores do volante e da equipe como um todo na temporada. O duelo do Brasileirão do ano passado marcou o primeiro gol do volante com a camisa alvinegra.

FICHA TÉCNICA

Data: 5 de outubro de 2019 (sábado)
Horário: 17h (de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE)
VAR: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Vasco: Fernando Miguel; Pikachu, Henríquez, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Bruno Gomes, Raul e Marcos Junior; Rossi, Ribamar e Talles. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Santos: Everson; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar (Luan Peres) e Jorge; Alison, Diego Pituca e Evandro; Soteldo, Marinho (Jean Mota) e Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.