Topo

Futebol


Futebol bonito x futebol feio: Grêmio x Corinthians defendem "escolas" hoje

Fagner marca Luan na partida Corinthians x Grêmio pelo 1º turno do Campeonato Brasileiro 2019 - Marcello Zambrana/AGIF
Fagner marca Luan na partida Corinthians x Grêmio pelo 1º turno do Campeonato Brasileiro 2019 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Marinho Saldanha e Samir Carvalho

Do UOL, em Porto Alegre e São Paulo

05/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Estilos distintos de jogo garantiram títulos para gaúchos e paulistas nos últimos anos
  • O Grêmio ofensivo de Renato ganhou Copa Libertadores, Recopa, Copa do Brasil e Gaúcho
  • O Corinthians "retranqueiro" de Carille garantiu um Campeonato Brasileiro e o tricampeonato paulista

Grêmio e Corinthians defendem suas "escolas" de sucesso hoje (05), às 19, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Gaúchos e paulistas fazem o duelo do "futebol bonito x futebol feio". Os dois estilos, o ofensivo de Renato Gaúcho, e o cauteloso ao extremo de Fábio Carille, garantiram títulos importantes para ambos nos últimos anos.

O Grêmio de Renato ganhou Copa Libertadores, Recopa, Copa do Brasil e Gaúcho, enquanto o Timão de Carille garantiu um Campeonato Brasileiro e o tricampeonato paulista. Hoje, os dois estilos estarão frente a frente novamente e esquentarão a discussão sobre a melhor maneira de jogar em busca de resultados.

Recentemente, Renato Gaúcho enfatizou que o Grêmio tem o futebol mais bonito do Brasil e com resultados. No Corinthians, o discurso de treinador e jogadores é de que é melhor jogar mal e feio e conquistar títulos do que não ganhar nada.

"Todos se cobram muito aqui quando tem um desempenho tecnicamente abaixo, temos essa cobrança no dia a dia, mas a gente tenta aprimorar e fazer as coisas da melhor maneira possível. Contra a Chapecoense choveu muito e tivemos dificuldades para trabalhar a bola pelas poças. Nós sabíamos que seria um jogo mais de imposição e contato físico, mas conseguimos os três pontos. Nem sempre vamos jogar bem, mas o mais importante que a gente preza é vencer. Se chegar na reta final vencendo por 1 a 0, 2 a 1 e brigando pelo título, eu prefiro. Prefiro jogar mal e ser campeão, do que como tem clubes que jogam muito bem e não estão ganhando nada. Prefiro um jogo ou outro ir mal, mas estar sempre lutando e competindo para conseguir sempre os três pontos", afirmou Vagner Love.

O Corinthians mantém o padrão dos últimos anos e tem a melhor defesa do Campeonato Brasileiro, com apenas 13 gols sofridos. O ataque, por sua vez, é o pior entre os seis primeiros colocados, grupo de classificação para a Copa Libertadores. São apenas 25 gols em 22 jogos.

Carille, que não passa uma semana praticamente sem treinar a defesa individualmente, se orgulha da fama de especialista do sistema defensivo. Até o zagueiro Manoel, que chegou em baixa do Cruzeiro, evoluiu nas mãos do treinador. O setor ainda conta com atletas com nível de seleção brasileira: casos de Cássio, Fagner e Gil.

O Grêmio mantém a mesma estratégia dos últimos anos. Com Renato Gaúcho no comando, o time azul, branco e preto tem por determinação permanecer com a bola a maior parte do tempo. O futebol propositivo não é novidade e segue o lema de Portaluppi. Segundo ele, a equipe joga para frente seja em casa ou fora e contra qualquer adversário.

Em campo, os números só reforçam a predileção pelo ataque. São 98 gols em 56 partidas ao longo de 2019, ou seja, média de quase dois por partida.

No Brasileiro, competição pela qual marcou 37 vezes, mesmo que tenha usado o time reserva em vários jogos, o Tricolor só não fez gols quatro vezes. Uma delas exatamente contra o Corinthians, no empate em 0 a 0 do primeiro turno. São Paulo, Bahia e CSA também não foram vazados pelo time.

Nos últimos quatro jogos com o time titular foram quatro goleadas. O Grêmio fez 4 a 1 no Cruzeiro, 3 a 0 no Goiás e no Santos e 6 a 1 no Avaí. Com os reservas, porém, viu interrompida a série ao perder para o Fluminense.

"Temos que colocar em prática o que temos feito. Foi assim contra os adversários do Brasileiro. Temos que fazer o que estamos acostumados a fazer. Jogar quando tivermos a bola, sem receio, mesmo sabendo a responsabilidade de se defender na hora certa. Mas não temos que fazer nada diferente do que temos feito", disse Alisson. "Desde a Era Tite o Corinthians sofre poucos gols nas competições que disputa. Temos que estar bem preparados para furar o bloqueio deles", completou Everton.

Ficha Técnica
Grêmio x Corinthians

Data e horário: 05/10/2019, às 19h (de Brasília)
Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo - RJ
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha -RJ
VAR: Carlos Eduardo Nunes de Braga - RJ

Grêmio: Paulo Victor; Galhardo (Léo Moura), David Braz (Pedro Geromel), Kannemann e Cortez; Michel, Matheus Henrique, Alisson, Luan e Everton; Diego Tardelli. Técnico: Renato Gaúcho.

Corinthians: Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf; Pedrinho, Junior Urso, Mateus Vital e Clayson; Vagner Love. Técnico: Fábio Carille.

Mais Futebol