Topo

Encostado por Felipão, Lucas Lima vira troca certa com Mano e busca espaço

Lucas Lima foi utilizado por Mano em todos os jogos em que esteve à disposição - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Lucas Lima foi utilizado por Mano em todos os jogos em que esteve à disposição Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

02/10/2019 12h00

Resumo da notícia

  • Lucas Lima entrou em todos os jogos em que esteve disponível com Mano Menezes
  • Jogador vinha sendo encostado por Felipão, que não o utilizou em suas 10 últimas partidas
  • Lucas tem jogado com liberdade e causado boa impressão na comissão técnica
  • Meia busca uma vaga no time titular para o jogo contra o Atlético-MG, no domingo

Se há um jogador no Palmeiras que mudou de patamar internamente com a chegada de Mano Menezes, este é Lucas Lima. O meia não entrou em campo nos últimos dez jogos de Luiz Felipe Scolari à frente da equipe nem chegou a ser relacionado para os últimos três, mas, desde que o novo treinador assumiu, ele se transformou em uma substituição certa no segundo tempo e jogou sempre que pôde. Agora, aproveitando as chances, ele espera sua primeira oportunidade como titular.

A última partida de Lucas com Felipão aconteceu em 17 de julho, quando o Palmeiras foi eliminado nos pênaltis da Copa do Brasil pelo Internacional, no Beira-Rio. Depois daquele jogo, foram dez duelos seguidos em que o atleta não entrou em campo: em quatro não foi nem relacionado, e em seis não saiu do banco. Isso depois de ter recebido de Scolari uma sequência de seis jogos como titular no fim do primeiro semestre, após lesão de Gustavo Scarpa.

Com Mano, o cenário mudou radicalmente. Já na estreia do técnico, em vitória por 2 a 1 sobre o Goiás, Lucas Lima entrou no lugar de Ramires e atuou como segundo volante, com o Palmeiras buscando a virada. O camisa 20 entrou bem, mas acabou expulso por faltas e recebeu dois cartões amarelos. O treinador, aliás, admite que usar o armador mais vezes nessa função recuada é uma ideia que pode ser repetida no futuro, em partidas específicas.

No jogo seguinte, contra o Fluminense, Lucas Lima cumpriu suspensão, mas nas quatro partidas seguintes ele sempre entrou na segunda etapa. E a impressão que o meia tem causado tem sido boa: na maioria das vezes, entrou ligado e conseguiu melhorar a armação do time. Teria inclusive saído com uma assistência do último jogo, empate por 1 a 1 com o Inter, se a arbitragem não tivesse anulado o gol de Bruno Henrique já nos minutos finais da partida por toque de mão de Willian.

Para Mano, o camisa 20 funciona melhor como um armador com liberdade para recuar e pensar o jogo de trás:

"Fui buscar as características do Lucas Lima no Santos", disse Mano, após a vitória por 6 a 2 sobre o CSA, na última quinta-feira. "É um jogador que gosta da bola, do jogo de aproximação, mais curto. Sempre jogou saindo um pouco mais do setor de meia, um pouquinho mais atrás, para a bola longa. Essa é a sua característica. A conversa é nesse sentido, para recuperar o que o jogador perde de si próprio. Às vezes pedem para jogar de outra maneira, o torcedor quer que seja de outra maneira. Você quer atender, mas perde um pouco", analisou o comandante gaúcho.

As boas atuações recentes já fazem com que torcedores peçam que Lucas ganhe uma oportunidade como titular no próximo domingo (6), quando o Palmeiras enfrenta o Atlético-MG no Allianz Parque. O Verdão terá a semana cheia para se preparar para a partida, mas Mano só deve divulgar a escalação uma hora antes do confronto.

Lucas Lima foi contratado pelo Palmeiras para o ano de 2018 e chegou com a expectativa de se tornar uma das estrelas do time, mas sofreu com altos e baixos desde então, alternando períodos como titular e reserva. Um dos maiores salários do elenco, ele tem contrato com o Verdão até dezembro de 2022.

Palmeiras