Topo

Futebol


Athletico pressiona a Chapecoense, porém apenas empata na Arena da Baixada

Do UOL, em São Paulo

29/09/2019 20h55

Vivendo um grande momento na temporada, o Athletico recebeu a Chapecoense neste domingo (29), e, apesar da alta intensidade dos donos da casa durante boa parte do confronto, a partida terminou em 1 a 1, gols de Nikão, pelos mandantes, e de Arthur Gomes, para a equipe catarinense.

O resultado deixa as duas equipes na mesma situação na tabela, basicamente. A Chapecoense soma um ponto, mas terminará novamente a rodada na lanterna do Brasileiro. Já o Athletico continua no meio da tabela, tendo o restante da temporada para agradar buscar vitórias sem muita cobrança e agradar a sua torcida, sabendo que tem a vaga garantida na Libertadores graças ao título da Copa do Brasil.

Agora, as duas equipes focam suas atenções para os confrontos da 23° rodada do Brasileiro. Enquanto o Athletico vai jogar fora de casa, contra o Bahia, a Chapecoense terá uma difícil missão de conseguir um bom resultado em casa diante do líder Flamengo.

Vale lembrar que a partida não foi transmitida por nenhum canal de televisão, sendo divulgado para o público apenas nas rádios - como Banda B (550 AM), de Curitiba, e Rádio Oeste Capital (93.3 FM), de Chapecó. O Placar UOL Esporte registrou o confronto. Essa não foi a primeira vez que um jogo deste campeonato não tem imagens ao vivo, já que os duelos CSA x Palmeiras e Athletico x São Paulo, por exemplo, também não chegaram a um acordo televisivo devido a entraves contratuais.

O Athletico começou a partida com tudo, quase abrindo o placar logo aos três minutos, quando o volante Bruno Guimarães errou ao pegar uma bola que sobrou na área da equipe visitante. Pouco depois, Marcelo Cirino e Welington tiveram a chance de abrir o placar, porém não conseguiram acertar o alvo e a Chapecoense conseguiu manter a meta defendida por Tiepo intacta.

A despeito de todo o ímpeto dos donos da casa, quem inaugurou o marcador foi a Chapecoense, aos 30 minutos da primeira etapa. Após cobrança de falta rápida, a equipe catarinense pegou a defesa do Athletico desprevenida e Arthur Gomes estufou as redes após belo passe de Bruno Pacheco.

O segundo tempo continuou com a pressão intensa dos mandantes, que acertaram o travessão logo aos três minutos, com Cirino, um dos melhores jogadores do Athletico durante toda partida. Três minutos depois foi a vez de Rony perder uma grande oportunidade criada, levando a torcida ao "desespero" pelas inúmeras oportunidades desperdiçadas.

A situação mudou aos 11 minutos, quando Nikão balançou finalmente as redes da meta defendida por Tiepo, após a barreira da Chapecoense abrir após forte chute em cobrança de falta do meia da equipe paranaense.

Mais Futebol