Topo

Futebol


Firmino, Chulapa e mais: O que alagoanos acham de "Estádio Rainha Marta"

Marta no Estádio Rei Pelé durante empate do CSA com o Palmeiras - Bruno Fernandes/Jornal Extra de Alagoas
Marta no Estádio Rei Pelé durante empate do CSA com o Palmeiras Imagem: Bruno Fernandes/Jornal Extra de Alagoas

Bruno Fernandes e Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

28/09/2019 04h00

Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. Marta Vieira da Silva, a Rainha Marta. Em Maceió, os dois principais nomes do futebol brasileiro estão em disputa. O Estádio Rei Pelé, único no país a homenagear o ídolo do Santos e da seleção brasileira, pode ter seu nome alterado para Rainha Marta, em alusão à jogadora alagoana.

A questão gera debate. Porém, entre jogadores alagoanos de destaque, existe um consenso: é o nome de Marta que deve estar estampado na fachada do local. Enquanto o projeto, que já foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE-AL), aguarda sanção ou veto do governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), o UOL Esporte conversou com alguns desses atletas.

Quem puxa a fila de apoiadores é Roberto Firmino, atacante do Liverpool e da seleção brasileira. Famoso pelo sorriso branco, o camisa 9 começou a jogar nos campos do Trapiche da Barra, bairro periférico da capital Maceió onde está localizado o estádio.

Firmino figura entre ídolos alagoanos que ganharam quadros gigantescos nos principais acessos ao gramado do maior palco esportivo de Alagoas, ao lado do também alagoano Mário Jorge Lobo Zagallo e da própria Marta.

"É uma homenagem muito justa à Marta por tudo que ela já conquistou na carreira e na vida. Sem falar que é um dos principais nomes de Alagoas, minha terra querida. O Rei, claro, merece todo o nosso respeito, é o maior da história, mas é sensacional ter um estádio em Maceió com o nome da Marta", disse Firmino.

O nome de Marta em um estádio significaria pioneirismo. No Brasil, a grande maioria dos estádios homenageia homens. A ideia da mudança vem desde 2008. Naquele ano, o então deputado Timoteo Correia (DEM) apresentou projeto semelhante. Mas, na ocasião, foi vetado pelo governador Teotônio Vilela Filho (PSDB) e deixado de lado pela Plenário.

A novidade desta vez, em projeto apresentado pelo deputado Antonio Albuquerque (PTB), que também propõe a mudança no nome, é a emenda criada de última hora pelo deputado Silvio Camelo (PV). O novo texto, que já se encontra no gabinete do governador para apreciação, sugere que o estádio tenha os dois nomes: Rei Pelé e Rainha Marta. Ao UOL Esporte, Camelo declarou que "nada melhor que o rei coroar uma rainha".

Além de Firmino, Marta conta com o apoio de jogadores de todas as partes de Alagoas. Engrossam a lista Geyse Ferreira, de Maragogi, Aloísio Chulapa, de Atalaia, Souza, da capital, e Gilberto Oliveira, de Piranhas. Com esse histórico, a jogadora, torcedora do CSA e azulina de carteirinha, tem apoio de representantes de quase todas as regiões do estado.

Atacante da seleção brasileira durante a Copa do Mundo Feminina, titular de Benfica e amiga de Marta e desde o começo do ano, Geyse Ferreira é uma das apoiadoras da mudança. "Eu acredito que é uma coisa muito boa por toda história que ela construiu. É mais que uma honra ter um estádio no nome dela", opinou.

Amigo pessoal de Marta, Aloísio Chulapa engrossou o coro. Natural da cidade de Atalaia, o jogador é responsável pela assistência para o gol de Mineiro que deu ao São Paulo o título mundial de 2005.

"Eu apoio! Respeitando o Rei Pelé, o rei do século, com todo respeito a ele, mas é merecedor colocar o nome da Marta. O mais gostoso seria construir um estádio dedicado a ela com o nome Rainha Marta, mas, se não construir esse estádio, com certeza o "Trapichão" deve ter o nome mudado. Principalmente por ela ser de nossa terra, Alagoas, e seis vezes melhor do mundo", afirmou, citando o apelido popular dado ao estádio.

Com tom um pouco mais radical, o meia Souza, que despontou no fim da década de 1990 exatamente no Rei Pelé e com a camisa do CSA, também é a favor da alteração proposta pelo Poder Legislativo alagoano. O jogador, que teve passagens marcantes por São Paulo e Grêmio, foi bicampeão brasileiro pelo time paulista, além de vencer Libertadores e Mundial pelo clube.

Ao UOL Esporte, o jogador de 40 anos, que está sem clube, exaltou o movimento feminista pela luta das mulheres pelo direito de igualdade em todo mundo e afirmou que a mudança no nome é justa.

"Uma pessoa que levou o nome do estado a um patamar maior. Eu sei que existem vários representantes, mas por ser uma mulher, sair de onde saiu e ter chegado onde chegou, é acertadíssima a escolha. Até mesmo pela representatividade do momento. Tem muita gente brigando pelo feminismo, e nada melhor que no futebol a gente abrir esse leque e homenagear uma guerreira, uma mulher que saiu de uma infância muito sofrida", enfatizou.

Até mesmo o vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro opinou. Nascido em Piranhas, Gilberto Oliveira, do Bahia, também é a favor de que Marta esteja nos holofotes.

"Os dois são merecedores do nome. A Marta por ser alagoana deve ser homenageada sim pelo futebol, e se para isso tiver que mudar o nome para Marta, seria muito saudável para com a nossa rainha", declara.

Impedimento federal

Apesar de todo o apoio, a mudança ainda não tem data para ser analisada pelo governador Renan Filho. Inaugurado quatro meses após a conquista da seleção brasileira do Mundial no México, em outubro de 1970, o estádio tem grandes chances de ter vetada a primeira mudança em sua nomenclatura.

Embora o governo do Estado tenha batizado avenidas e viadutos com nome de pessoas vivas em Maceió, o veto pode acontecer devido à lei federal Nº 6.454, promulgada em 1977.

O texto proíbe a utilização de nomes de pessoas vivas para batizar qualquer bem público. Na época, o estádio alagoano já existia como Rei Pelé.

Band: Marta é cortada da seleção brasileira por lesão

Band Sports

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol