PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG recorre a ajuda externa para quitar atrasados com o elenco

Atlético-MG ainda tem dívida com o elenco comandado por Rodrigo Santana - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Atlético-MG ainda tem dívida com o elenco comandado por Rodrigo Santana Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

28/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Atlético-MG espera quitar salários atrasados com o elenco em breve
  • Presidente Sérgio Sette Câmara foi atrás de investidores para quitar as pendências
  • Diretoria do Atlético conta com respaldo do elenco para resolver o problema

Eliminado na semifinal da Copa Sul-Americana durante a semana, o Atlético-MG ainda tenta se reerguer em 2019. O primeiro passo é quitar os atrasados com o elenco. E o presidente Sérgio Sette Câmara já foi à procura de parceiros para evitar problemas com os atletas.

O mandatário realizou viagens no decorrer da semana a fim de encontrar algum parceiro que pudesse ajudar a pagar os atrasados. O cartola tenta encontrar parceiros até para a sequência de seu mandato, que se encerra em dezembro de 2020.

"O salário atrasado não influencia no desempenho, absolutamente não. Eu quero deixar bem claro isso. Eu quero dar outra informação para o torcedor do Galo. Nunca recebi qualquer mensagem de grupo de atletas reclamando de atrasos de salários. O nosso grupo não reclama salários atrasados. Temos uma pendência pontual, temos uma questão de imagem. O presidente fez uma viagem para buscar recursos para o clube ao lado do nosso CEO para que isso seja diminuído", declarou o diretor Rui Costa.

Conforme adiantado pelo UOL Esporte, o Galo tem atrasos de até dois meses com o elenco - um mês de pagamento na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e até dois meses de direitos de imagem. Havia uma ideia nos bastidores de usar a premiação da Copa Sul-Americana 2019 para quitar as pendências.

No entanto, com a desclassificação, a diretoria precisou recorrer a outra alternativa. O diretor de futebol Rui Costa adota cautela ao falar sobre a questão de comprometimento.

"O Atlético está muito bem em relação aos clubes que têm pendências. Há três clubes que não têm pendência no Brasil. Os jogadores não mudam um milímetro em relação à pendência. Não há falta de comprometimento", argumentou.

Atlético-MG