Topo

Imprensa: Neymar volta a Paris e fica à espera de acordo judicial com Barça

Representantes de Neymar, Rodrigo Garcia Lucas e German Martinez Ferrando chegam a tribunal - Pau Barrena/AFP
Representantes de Neymar, Rodrigo Garcia Lucas e German Martinez Ferrando chegam a tribunal Imagem: Pau Barrena/AFP

Do UOL, em São Paulo

27/09/2019 07h06

Depois de passar a noite em Barcelona, o atacante Neymar já voltou a Paris enquanto seus advogados negociam um acordo com o seu ex-clube relativo a um duplo processo que discute o bônus de renovação assinada em 2016, um ano antes da ida do jogador para o PSG. As informações são dos jornais "Mundo Deportivo" e El Pais".

Já era esperado que Neymar não comparecesse ao tribunal, mas depois de pegar um voo para a cidade espanhola ontem o brasileiro já fez a viagem de volta antes mesmo de uma definição do caso.

As duas partes não chegaram a um acordo nas primeiras negociações realizada pela manhã em Barcelona. As conversas reiniciaram às 11h45 local (6h45 de Brasília) e, caso ainda persistam as divergências, haverá um julgamento oral. Segundo a imprensa espanhola, o retorno a Paris de Neymar indica que existe a confiança em um acordo.

O centro da discussão está luvas da renovação, que não foram pagas pelo Barcelona depois da transferência de Neymar para o PSG, que na ocasião pagou a multa de rescisão, no valor de 222 milhões de euros.

Na última janela de transferências europeia, encerrada no começo deste mês, Neymar tentou um retorno ao Barça, mas não foi liberado pelo PSG. Se a volta tivesse acontecido, o processo teria sido retirado.

O atacante de 27 anos processou seu antigo clube por ter recebido apenas 14 milhões de euros das luvas, cujo valor total era de 43 milhões de euros. O Barcelona não pagou os 29 milhões de euros restantes depois que o brasileiro decidiu se transferir. Por sua vez, o clube espanhol cobra do jogador 75 milhões de euros por descumprimento de contrato.

Mais Barcelona