Topo

Brasileirão - 2019


Aos gritos de "é campeão", Athletico vira na Arena e goleia o Fortaleza

Do UOL, em Santos (SP)

26/09/2019 23h29

O clima era de festa. O Athletico retornava à Arena da Baixada - para uma partida oficial - pela primeira vez desde o inédito título da Copa do Brasil, na semana passada. E tudo voltou a dar certo na casa rubro-negra na noite de hoje (26). Apesar de sair atrás no placar, o time de Tiago Nunes conseguiu se impor e, aos gritos de 'é campeão', virou sobre o Fortaleza para vencer a partida, válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, por 4 a 1, gols de Marco Ruben, Nikão, Léo Cittadini e Marcelo Cirino. Wellington Paulista, de pênalti, fez o tento tricolor.

Com o resultado, o Athletico, que já tem vaga na fase de grupos da Libertadores 2020 garantida por conta da conquista da Copa do Brasil, chega aos 30 pontos e fica a cinco pontos do G-6. Já o Fortaleza chega a quatro jogos sem vitórias, estaciona nos 22 pontos e continua perto da zona de rebaixamento.

O Athletico tem agora mais um jogo na Arena da Baixada, domingo (29), quando recebe a Chapecoense às 19h, pela 22ª rodada. O Fortaleza entra em campo um dia depois, na segunda-feira (30), para receber o Botafogo na Arena Castelão, às 20h.

Quem foi bem: Rony

Aproveitou sua velocidade e seus dribles para, mais uma vez, ser a principal arma ofensiva do Athletico. Deu assistência para o primeiro gol, de Marco Ruben, e iniciou a jogada do segundo.

Quem foi mal: Tinga

Sofreu demais com as investidas de Rony. Foi pelo seu lado que os dois gols do Athletico tiveram origem.

VAR, pênalti e gol do artilheiro do Fortaleza

Um escanteio aos 8min deu origem a um pênalti a favor do Fortaleza. Depois de a bola pegar na mão de Léo Pereira, o árbitro Vinicius Gomes do Amaral revisou o lance na tela do VAR e assinou a penalidade. Wellington Paulista deslocou Santos e chegou ao sexto gol no Brasileirão.

Rony comanda virada do Athletico

Gabriel Machado/AGIF
Imagem: Gabriel Machado/AGIF
Em cima do Fortaleza desde o gol sofrido, o Athletico conseguiu chegar ao empate aos 32min. Roney cruzou da esquerda, Marco Ruben esticou a perna para empurrar para as redes. 1 a 1. E foi mais uma vez pela esquerda, com Rony, que o time da casa chegou à virada. Ele foi costurando e, após deixar a bola escapar, Léo Cittadini tocou para Nikão, que, de dentro da área, finalizou de esquerdo no canto. 2 a 1.

Cittadini coroa boa atuação com gol de artilheiro

Léo Cittadini vem se firmando cada vez mais no meio-campo do Athletico. O meio-campista acumulou mais uma boa atuação na noite de hoje (26). Além da assistência para o gol de Nikão, Cittadini ampliou na Arena da Baixada com um gol de artilheiro. Após escanteio da direita e desvio de Nikão, ele apareceu dentro da pequena área para empurrar a bola para as redes. 3 a 1, e festa na Arena. Mais uma.

Marcelo Cirino completa a festa na Arena da Baixada

Responsável por uma jogada de cinema que originou o gol do título da Copa do Brasil, Marcelo Cirino completou a festa na Arena da Baixada. Após chute no travessão, o atacante não perdoou e fechou a conta.

ATHLETICO-PR 4 X 1 FORTALEZA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 26 de setembro de 2019 (quinta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Cartões amarelos: Wellington, Léo Pereira, Thonny Anderson (Athletico)
Gols: Wellington Paulista, aos 9min, Marco Ruben, aos 32min, e Nikão, aos 48min do primeiro tempo; Léo Cittadini, aos 15min, e Marcelo Cirino, aos 48min do segundo tempo

Athletico: Santos; Madson, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington (Lucho González), Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão, Rony (Marcelo Cirino) e Marco Ruben (Thonny Anderson). Técnico: Tiago Nunes

Fortaleza: Marcelo Boeck; Tinga, Jackson, Quintero (Nathan) e Carlinhos; Juninho, Gabriel Dias e Matheus Vargas (Araruna); Romarinho, Felipe Pires (Marlon) e Wellington Paulista. Técnico: Zé Ricardo