PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Inter tem dois expulsos, Flamengo vence a oitava seguida e mantém liderança

Leo Burlá e Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre e no Rio de Janeiro

25/09/2019 23h23

Resumo da notícia

  • O Flamengo venceu o Internacional por 3 a 1, no Maracanã. Foi a oitava vitória seguida da equipe no Brasileirão.
  • O time carioca manteve a liderança do Brasileiro chegando aos 48 pontos. O Inter é quarto com 36.
  • O Colorado teve dois jogadores expulsos. Paolo Guerrero, por reclamação, e Bruno, por pênalti em Gabigol.
  • Bruno Henrique, Gabigol e De Arrascaeta marcaram para o Flamengo. Edenilson fez o gol do Inter.
Classificação e Jogos

O Flamengo segue na ponta da classificação do Brasileiro. Na noite de hoje (25), no Maracanã, o time rubro-negro bateu o Inter por 3 a 1. Com um enervado Paolo Guerrero e Bruno expulsos já no primeiro tempo, o Colorado acabou vítima fácil pela 21ª rodada da competição. Gabigol, Bruno Henrique e De Arrascaeta marcaram pelo Fla. Edenilson fez o gol do Inter.

Foi a oitava vitória seguida do Flamengo no Brasileiro, igualando marca somente obtida pelo Cruzeiro na era dos pontos corridos. Desde o início de agosto, o time de Jorge Jesus só vence. Há apenas uma derrota nas últimas 16 partidas. E ainda, chegou aos 100 gols na temporada (em jogos oficiais). Com 48 pontos, o Fla lidera o campeonato. Já o Colorado está 12 pontos atrás, com 36, em quarto.

O jogo foi tumultuado. A primeira expulsão saiu em pênalti de Bruno em Gabigol. A segunda foi por reclamação de Paolo Guerrero. E mesmo com dois a menos em campo chegou a empatar no segundo tempo. Mas durou pouco e acabou perdendo.

O Flamengo terá pela frente o São Paulo na 22ª rodada. O duelo será no sábado, no Rio de Janeiro. Já o Internacional recebe o Palmeiras, domingo, no Beira-Rio.

Foi bem: Gabigol é decisivo e faz mais um

Gabigol foi decisivo. Quando o jogo estava 0 a 0, com 11 para cada lado, foi dele a jogada que acabou em pênalti de Bruno (que foi expulso). Na cobrança, ele deslocou Marcelo Lomba e marcou seu 18º gol no Campeonato Brasileiro.

Foi mal: Guerrero, irritado, é expulso e cria confusão

Paolo Guerrero esteve menos de 45 minutos em campo. E sua participação na partida não foi pautada por chances de gol, conclusões, passes ou algo do tipo. Mas pela reclamação. Irritado ao ver um pênalti não ser marcado, transtornado após uma dividida com Rodrigo Caio e Arão, da qual saiu com o rosto sangrando. Depois, xingou o árbitro e levou cartão vermelho.

Lesão, falha, pênalti, expulsão, gol

São cinco tópicos que resumem o início do jogo. Com 20 minutos de bola rolando tudo isso já tinha acontecido. A sequência começou com a lesão de Rodrigo Moledo ao afastar uma bola aos 10 minutos. Klaus foi o escolhido para entrar. Alguns minutos mais tarde, um giro de Gabigol contou com falha do defensor, que permitiu a passagem. Cara a cara com Marcelo Lomba, o atacante driblou o goleiro, foi puxado por Bruno, que acabou bloqueando o chute, caído. O árbitro marcou pênalti, expulsou o jogador do Inter, Gabigol bateu e abriu o placar, criando um novo cenário no jogo.

Desempenho do Flamengo: superioridade desde o primeiro minuto

O Flamengo já era superior mesmo antes da sequência de acontecimentos que encaminhou o jogo. Tinha quase 80% de posse de bola, trocava passes, mas não tinha criado chances claras. Rondava a área do Inter atrás de um espaço, que insistentemente não aparecia. Mas jamais esteve ameaçado. Depois do gol, com um a mais em campo, o Rubro-Negro sobrou. Empilhou oportunidades e se já pouco precisava se preocupar com o adversário com 11 contra 11, depois então, o rival mal passava da linha do meio. De tão confortável, ainda mais quando ficou com dois jogadores a mais pela expulsão de Guerrero, o Fla relaxou. Por isso, sofreu o empate no início da etapa final. Mas demorou sete minutos para estar na frente de novo. Antes do fim da partida, o time da casa era tão superior que marcou mais uma vez.

Desempenho do Inter: Inter é atropelado e perde a cabeça

O Internacional entrou em campo repleto de volantes. Com quatro jogadores de características defensivas no meio, o time de Odair Hellmann até suportava bem o jogo e estava bem posicionado na frente da área até a sequência fatídica de acontecimentos para os gaúchos. Com um a menos Odair Hellmann tirou o único jogador criativo do meio, Nico López, e colocou Zeca. Em seguida, o time seguiu sendo vítima fácil, e ainda aos 43 da etapa inicial, Paolo Guerrero foi expulso. Descontrolado, com muita confusão, o peruano deixou o campo e o apito que encerrou o primeiro tempo mostrou um time totalmente perdido. No segundo tempo, porém, com dois a menos, o Colorado buscou o empate. Com gol de Edenilson, igualou a partida. Mas a alegria durou exatos sete minutos, e foi encerrada com gol marcado por De Arrascaeta. Até o fim foi vítima fácil.

Homenagem

Assassinada por uma bala perdida, a menina Ághata Félix, de 8 anos, foi homenageada com um minuto de silêncio antes de a bola rolar. Ao ver nome anunciado no placar do Maracanã, a torcida do Flamengo aplaudiu muito e depois silenciou.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3 X 1 INTERNACIONAL
Data
: 25/09/2019 (quarta-feira)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
VAR: Emerson de Almeida Ferreira
Cartões amarelos: William Arão (FLA), Edenilson (INT);
Cartões vermelhos: Bruno (INT) e Guerrero (INT)
Gols: Gabigol, do Flamengo, aos 20 minutos do primeiro tempo; Edenilson, do Inter, aos 3 minutos do segundo tempo; De Arrascaeta, do Flamengo, aos 10 minutos do segundo tempo; Bruno Henrique, do Flamengo, aos 29 minutos do segundo tempo;

FLAMENGO
Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Gerson, William Arão (Reinier), De Arrascaeta (Vitinho), Everton Ribeiro e Bruno Henrique; Gabigol (Berrío).
Técnico: Jorge Jesus

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo (Klaus), Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Nonato (Guilherme Parede), Patrick e Nico López (Zeca); Paolo Guerrero.
Técnico: Odair Hellmann

Futebol