Topo

UOL Esporte vê TV


"O maior adversário do Flamengo é a data Fifa", afirma André Rizek

André Rizek durante o programa "Seleção SporTV" - Reprodução/SporTV
André Rizek durante o programa "Seleção SporTV" Imagem: Reprodução/SporTV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/09/2019 15h17

Quem pode bater o Flamengo? Para André Rizek, maior o adversário do rubro-negro, atual líder do Campeonato Brasileiro, é a data Fifa. Incomodado com os desfalques dos clubes para a sequência do Brasileirão, o apresentador do Seleção SporTV voltou a questionar a convocação de jogadores que atuam no Brasil para os amistosos contra Senegal e Nigéria.

"O maior adversário do Flamengo, hoje, é a data Fifa, que tira do clube quatro jogadores, castigando a competência do Flamengo: O Berrío, da Colômbia, o Arrascaeta, do Uruguai, o Gabriel e o Rodrigo Caio, na seleção", falou Rizek.

"E o Renier", lembraram Eric Faria e Eudes Júnior. O rubro-negro foi convocado para a seleção sub-17.

"Cinco. A data Fifa tirou cinco jogadores do líder do campeonato. Hoje, o maior adversário do Flamengo - e é um absurdo falar isso - é a data Fifa", reiterou o apresentador que, na sequência, avaliou a situação Palmeiras, vice-líder do Brasileirão.

"Neste aspecto, o Palmeiras, que é o perseguidor no momento, está mais tranquilo. Ele perdeu o seu goleiro titular (Weverton), mas tem uma reposição muito boa. Dois goleiros campeões pelo clube", completou.

Presente na bancada, Eric Faria reforçou o discurso do colega, destacando o 'preciosismo bobo' tanto de Tite quanto da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

"O Tite e a CBF poderiam ter amenizado o problema, sabendo que são clubes brasileiros, que Flamengo e Grêmio estão disputando uma Libertadores, representando o futebol brasileiro. Foi uma demonstração de poder e preciosismo bobo", criticou o jornalista.

"Sabe o que parece? Que a seleção é mais importante do que os clubes", complementou Maestro Júnior.

"Pode ficar uma mancha para a CBF de que a data Fifa decide campeonato", destacou Rizek.