Topo

Brasileirão - 2019


Fortaleza encerra venda de ingressos para visitantes; Palmeiras vai reagir

Arena Castelão, onde acontecerá a partida entre Fortaleza e Palmeiras no domingo - Reprodução/Twitter
Arena Castelão, onde acontecerá a partida entre Fortaleza e Palmeiras no domingo Imagem: Reprodução/Twitter

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

19/09/2019 19h49

Resumo da notícia

  • STJD obrigou Fortaleza a baixar preço dos ingressos para torcida do Palmeiras
  • Clube cearense reagiu encerrando a venda de bilhetes para os visitantes
  • Palmeiras considera a atitude irregular e vai apelar a autoridades para revertê-la
  • Bola rola a partir das 16h deste domingo, na Arena Castelão

O Fortaleza emitiu nota oficial na noite de hoje anunciando que encerrou as vendas de ingressos à torcida do Palmeiras para o jogo deste domingo (22), às 16h, no Castelão, pelo Campeonato Brasileiro. A decisão aconteceu após uma liminar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que obrigou o clube cearense a baixar o preço dos bilhetes para os torcedores alviverdes. O Palmeiras considera a atitude do Fortaleza irregular e vai reagir notificando o STJD, o Procon do Ceará e o Ministério Público amanhã pela manhã.

"Eles não podem suspender a venda. Estão descumprindo não só o regulamento, como também a decisão do STJD", disse Alexandre Zanotta, vice-presidente do alviverde, ao UOL Esporte. A expectativa é que o caso seja resolvido ainda amanhã, a tempo de permitir que torcedores palmeirenses voltem a comprar ingressos.

De acordo com o Fortaleza, o Palmeiras tinha até ontem, quarta-feira (18), para solicitar os 10% da carga de ingressos a que o clube visitante tem direito. Como não o fez, segundo o clube tricolor, isso desobrigou os donos da casa a reservar toda essa quantidade de entradas aos palmeirenses.

O Palmeiras contesta essa interpretação. "É um direito do Palmeiras de comprar toda a carga, mas nenhum clube faz isso. A praxe não é essa. Não é minha função comprar a carga total dos ingressos para vender depois. Isso não se confunde com o direito do torcedor visitante de ter acesso ao ingresso", disse Zanotta.

A nota do Fortaleza diz ainda que os torcedores do Palmeiras que já compraram ingresso terão sua entrada permitida normalmente na partida, mas não possuem direito a restituição de valores por causa da decisão do STJD. O tribunal obrigou o clube tricolor a comercializar os bilhetes a R$ 50 (R$ 25 a meia-entrada) em vez dos R$ 110 (R$ 55 a meia) inicialmente impostos.

O caso começou após o Palmeiras entrar com uma ação no STJD para forçar o Fortaleza a baixar os preços. O time cearense alegou que estava cobrando os mesmos R$ 110 que o Verdão havia cobrado deles no jogo da primeira rodada do Brasileiro, no Allianz Parque.

Já a equipe paulista, que teve sua argumentação aceita pelo tribunal, afirmou que o Fortaleza teria que cobrar no setor superior norte, reservado aos visitantes, o mesmo preço cobrado no superior sul, com torcedores da casa - ou seja, R$ 50.

O Estatuto do Torcedor proíbe que o clube mandante cobre um preço mais alto dos visitantes do que dos torcedores da casa se ambos ocuparem setores equivalentes. No jogo no Allianz, os torcedores do Palmeiras também pagaram R$ 110 pelo mesmo setor. O Fortaleza, porém, considera que os setores superior norte e superior sul são diferentes e, portanto, não precisam custar o mesmo valor.

Confira a nota oficial do Fortaleza:

Considerando o teor do artigo 86 do Regulamento Geral das Competições que determina: O clube visitante terá o direito de adquirir a quantidade máxima de ingressos correspondente a 10% da capacidade do estádio, desde que se manifeste em até três dias úteis antes da realização da partida, através de ofício dirigido ao clube mandante, necessariamente com cópia às federações envolvidas e à DCO;

Considerando que na ata de plano de jogo lavrada na Federação Cearense de Futebol restou consignada a obrigação do atendimento do artigo 86 do Regulamento Geral das Competições por parte da Sociedade Esportiva Palmeiras, inclusive com a presença de representante desta agremiação esportiva, o qual não apresentou nenhuma oposição;

Considerando que o prazo de três dias uteis esgotou na data de 18/09/2019, sem que a Sociedade Esportiva Palmeiras tenha feito qualquer solicitação ou mesmo pagamento da carga descrita no artigo 86 do Regulamento Geral das Competições;

O Fortaleza Esporte Clube vem com a máxima, amparado pelo citado diploma legal, informar a Federação Cearense de Futebol e Confederação Brasileira de Futebol o ENCERRAMENTO da venda de ingressos para o setor visitante, restando resguardado o direito de acesso apenas aos já vendidos, seguindo as regras contidas no plano de ação lavrado na FCF.

IMPORTANTE:

Não há restituição de valores de quem comprou seu ingresso no setor visitante ANTES da decisão liminar, que só passou a valer após a intimação do clube. Quem já comprou ingresso na torcida visitante terá acesso normal à partida.