Topo

Futebol


Carille diz que Corinthians é time de meninos, mas média supera 28 anos

Fábio Carille disse que o time repleto de meninos foi um motivos da derrota em casa  -     Thiago Ribeiro/AGIF
Fábio Carille disse que o time repleto de meninos foi um motivos da derrota em casa Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Flavio Latif e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Corinthians tem seis jogadores com 30 anos ou mais no time titular
  • Média de idade do time titular do Corinthians é de quase 29 anos
  • Só Pedrinho e Vital, com 21 anos, e Clayson, com 24, são os "meninos"

Após a derrota do Corinthians para o Independiente del Valle por 2 a 0, em Itaquera, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana, o técnico Fábio Carille disse que tinha um time repleto de "meninos" em campo, e que essa inexperiência supostamente havia sido dos principais motivos para justificar o duro revés sofrido na Arena. No entanto, o levantamento da média de idade do time titular não bate exatamente com a desculpa encontrada pelo treinador.

O time titular tinha seis jogadores acima dos 30 anos, casos de Cássio (32), Fagner (30), Gil (32), Danilo Avelar (30), Junior Urso (30) e Vagner Love (35). Além deles, a equipe tem Manoel, com 29 anos, e Gabriel, com 27. Na verdade, os meninos mesmo são Pedrinho e Mateus Vital, com 21 anos. Clayson tem 24 anos. Mas mesmo os três mais jovens já estão no elenco profissional há muito tempo. A média de idade é de quase 29 anos, especificamente 28,27.

A declaração do treinador não foi bem recebida pelos corintianos, diga-se.

Às vezes perde o interesse, vem pela idade, de ter um pouco mais de responsabilidade. É um grupo novo, tinha muitos meninos em campo, era um jogo que só tinha 'nego' malandro, jogador vivido. Hoje esses jogadores precisam se acostumar com esse tipo de jogo

Fábio Carille, técnico do Corinthians

Redes sociais querem demissão de Carille, mas Andrés não

A derrota em casa revoltou os torcedores do Corinthians nas redes sociais. A maioria já pedia a demissão do técnico Fábio Carille após o jogo. No entanto, o presidente do clube paulista, Andrés Sanchez, já afirmou que o treinador permanece no cargo mesmo que seja eliminado da Copa Sul-Americana na próxima semana.

Esse é o grande problema da imprensa brasileira, do dirigente, do torcedor, perde um ou dois jogos e tem que mandar o técnico embora, o presidente, o jogador, e não é assim que se faz futebol. Hoje foi um dia que não jogamos nada e eles jogaram muito. Isso faz parte, agora ninguém vai tirar o Carille, não. Quando ele ganha é bom e quando perde não pode ser tão ruim

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians

Você acha que o Corinthians é um 'time de meninos'?

Resultado parcial

Total de 3479 votos
3,77%
LUIS MOURA/WPP/ESTADÃO CONTEÚDO
96,23%
Daniel Vorley/AGIF
Total de 3479 votos

Gabriel está fora de decisão no Equador

O volante Gabriel recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo de ontem e, por isso, cumpre suspensão na partida contra o Independiente del Valle, na próxima quarta-feira, na altitude de 2.850 metros acima do nível do mar, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, no Equador.

Para o lugar de Gabriel, o técnico Fábio Carille tem Ralf e Matheus Jesus como opções para o setor. Ontem, aliás, o treinador sacou Gabriel pendurado no intervalo para a entrada de Matheus Jesus. O técnico pode também escalar um time um pouco mais ousado, com Ramiro, Sornoza ou Jadson, ou bem mais ousado, com Boselli, Janderson ou Gustagol, no lugar de Gabriel. Com isso, Junior Urso seria deslocado para a função de primeiro volante.

Mais Futebol