Topo

Liga dos Campeões 2019/2020


Neymar é poupado pela torcida e tem noite de união com time do PSG

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, em Paris (França)

18/09/2019 18h28

A preleção do Paris Saint-Germain para encarar o Real Madrid, na noite de hoje (18), no Parque dos Príncipes, contou com o suspenso Neymar. O atacante ainda foi ao estádio acompanhado do pai, amigos, e em seu camarote ao lado do também desfalque Kylian Mbappé assistiu ao triunfo do PSG por 3 a 0. As atitudes do brasileiro dão a primeira demonstração de união do elenco nesta temporada.

Neymar foi ao vestiário do PSG ao fim do jogo para comemorar o importante triunfo com o elenco. Outra atitude que o coloca comprometido com o PSG foi feita ainda no intervalo do jogo, quando postou uma foto no Instagram ao lado de Mbappé no camarote com a legenda: "será que a gente queria estar jogando?". Além de concluir com a mensagem em francês "vamos Paris".

Um alívio para Neymar durante o jogo também foi ver que a torcida organizada Ultra do PSG, que tanto o perseguiu em sua volta ao time no final de semana - vitória por 1 a 0 contra o Strasbourg -, desta vez sequer se manifestou. Nenhuma faixa ofensiva ao brasileiro foi exposta, assim como os gritos o xingando também não foram ouvidos.

Uma manifestação da torcida Ultra ocorreu apenas fora do Parque dos Príncipes. A rua estava pintada com a frase em português "fora Neymar", justo no local em que eles se concentravam para a partida. No entanto, a presença de torcedores no local ainda era pequena.

Não levar as ofensas a Neymar para dentro do time fez parte dos pedidos do PSG ao longo da semana. O diretor esportivo do clube, o brasileiro Leonardo, pediu calma aos torcedores para o confronto contra o Real Madrid. O volante italiano, Marco Verratti, disse que Neymar "merece uma segunda chance" da torcida em entrevista feita na véspera da partida.

Durante a vitória do PSG, Neymar vibrou a cada lance de ataque do time e comemorou bastante os gols marcados. Estava viva na memória do torcedor do time a falta de vibração, em julho, ao assistir a vitória por 2 a 1 do time na final da Supercopa da França, contra o Rennes, em duelo disputado na China. Na ocasião, o camisa 10, suspenso, assistiu o confronto nas tribunas do estádio.

Outro fato que diferencia a presença de Neymar apoiando o PSG no Parque dos Príncipes é que isso acontece pela primeira vez na temporada. Nos outros dois jogos em que esteve ausente - vitórias por 3 a 0 contra o Nimes e 4 a 0 diante do Toulouse - o camarote do jogador ficou vazio. No período, o atacante brasileiro ainda estava aguardando transferência para o Barcelona.

Na vitória contra o Real Madrid, Neymar lotou o camarote. O jogador convidou Mbappé, que também conta com camarote pessoal, e vários amigos. Os inseparáveis Gil Cebola e Joclécio, por exemplo, estavam presentes. O pai, Neymar da Silva Santos, também acompanhou o jogo ao seu lado.