Topo

Futebol


Corinthians põe ataque econômico à prova para evitar riscos na altitude

Centroavante Vagner Love lamenta chance perdida na Copa Sul-Americana - Daniel Vorley/AGIF
Centroavante Vagner Love lamenta chance perdida na Copa Sul-Americana Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Corinthians quer vencer por dois gols de diferença o jogo de ida hoje, em Itaquera
  • Corinthians enfrentará altitude de 2.850 metros acima do nível do mar no jogo de volta, em Quito
  • Time de Carille só marcou mais gols no Brasileiro do que sete times, quatro deles da zona de rebaixamento

O Corinthians põe o seu ataque econômico à prova no jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana, contra o Independiente del Valle, do Equador, hoje, às 21h30 (de Brasília), em Itaquera. O objetivo do Timão é conquistar uma vitória acima de dois gols para não sofrer na altitude de 2.850 metros acima do nível do mar no jogo de volta, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito.

O ataque do Corinthians até possui um bom rendimento na competição continental, com 11 gols marcados, mas é o principal alvo de críticas de torcedores e imprensa nesta temporada. No Campeonato Brasileiro, por exemplo, o Alvinegro está entre os piores ataques, com 21 gols, e só balançou mais as redes do que sete times na competição, sendo quatro deles da zona de rebaixamento.

Agora, o Corinthians precisa de seu ataque para abrir vantagem na decisão contra os equatorianos. O problema é que desde que voltou da parada da Copa América, o time de Fábio Carille disputou 15 jogos e só marcou mais de dois gols em uma partida em quatro oportunidades.

"Importante jogar em casa e construir um bom resultado, ainda mais sem levar gols. Professor pede concentração, vamos levar um resultado positivo. Estão na vice-liderança no Equador, temos que nos concentrar. Sabemos a pressão que será lá. Temos que conseguir o quanto antes o resultado aqui", afirmou Gil.

Para o duelo contra o Independiente, Carille deve escalar o seu quarteto ofensivo considerado o ideal, com Pedrinho, Mateus Vital, Clayson e Vagner Love. O treinador ainda contará com mais três atacantes no banco de reservas: casos de Gustagol, Mauro Boselli e Janderson.

Pelo discurso de Gil, o time de Fábio Carille não deve muito a sua postura dos últimos jogos, apostando na cautela e priorizando o sistema defensivo. Na Sul-Americana, aliás, o Corinthians não fez o resultado em casa no jogo de ida contra Racing e Fluminense (empates) e passou sufoco no jogo de volta.

"Não podemos achar que nós vamos vencer de qualquer maneira, de qualquer maneira não se vai a lugar nenhum. Num mata-mata sul-americano, se as equipes chegaram, têm qualidade. A outra equipe não é boba. É seguir fazendo o que fazemos quando vencemos e ter mais foco e atenção para não sermos surpreendidos em casa. Vamos melhorar e fazer uma grande partida", disse Gil.

Em relação ao time que perdeu para o Fluminense na última rodada e perdeu invencibilidade de 14 jogos, o Corinthians contará com os reforços de Manoel e Danilo Avelar, preservados por conta de desgaste muscular. O primeiro ficou como opção no banco de reservas, enquanto o lateral-esquerdo sequer viajou para a Brasília. Além deles, Clayson que estava suspenso no Brasileiro reforça o time na Sul-Americana.

Ficha Técnica

Corinthians x Independiente del Valle

Data: 18/09/2019, quarta-feira
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em Itaquera-SP
Árbitro: Leodán González (árbitro) e Daniel Fedorczuk (árbitro de vídeo), ambos do Uruguai

Corinthians: Cássio, Fagner, Manoel, Gil, Danilo Avelar; Gabriel, Pedrinho, Junior Urso, Mateus Vital, Clayson; Vagner Love. Técnico: Fábio Carille.

Independiente del Valle: Pinos; Preciado, León, Schunke e Segovia; Pellerano, Franco, Mera e Dájome; Sánchez e A. Cabeza. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Mais Futebol