Topo

Futebol


Roberto Leal criou hino da Portuguesa e protestou contra a queda em 2013

Bruno Poletti/Folhapress
Imagem: Bruno Poletti/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

15/09/2019 09h55

A morte de Roberto Leal afeta diretamente a Portuguesa. O cantor de 67 anos era torcedor fanático da equipe paulista e participou da criação do atual hino oficial. Ele estava internado no Hospital Samaritano, em São Paulo.

Intitulado "Os Campeões", o hino é criação de Roberto Leal junto com Márcia Lúcia. A música substituiu o antigo "Hino Rubro-Verde", de Archimedes Messina e Carlos Leite Guerra.

Tiago Dantas/UOL
Imagem: Tiago Dantas/UOL

Mais do que criador do hino, Roberto Leal era participante ativo da vida do clube paulista. Em 2013, no polêmico imbróglio que resultou no rebaixamento da Portuguesa para a Série B, o cantor esteve em protestos da torcida ao lado do maestro João Carlos Martins.

Naquela ocasião, a Portuguesa foi punida com a perda de quatro pontos pela escalação irregular do meia Heverton. A punição foi suficiente para decretar o rebaixamento do clube paulista.

"Acredito na lei. Pelo o que tenho conversado, acho que a Portuguesa tem chances reais de ficar na primeira divisão. Mas eu viria aqui mesmo que não houvesse nenhuma chance. A Portuguesa é um elo importante de ligação cultural entre Portugal e Brasil. Não pode ser tratada assim", disse Roberto Leal, na época.

No Twitter, a Portuguesa se manifestou horas depois da morte do cantor.

Leal se tratava nos últimos três anos de um câncer de pele, que teve metástase para os olhos e a coluna. Ele se internou na última segunda-feira, quando foi passar pelo tratamento que fazia a cada 15 dias, mas teve uma piora.

Mais Futebol