Topo

Diretor do Atlético-MG confirma punição para Cazares: "tem que refletir"

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

15/09/2019 14h17

Presente no estádio Independência, onde viu o Atlético-MG ser derrotado por 3 a 1 para o Internacional, o diretor de futebol Rui Costa falou sobre a situação de Cazares no time alvinegro. O camisa 10 e principal organizador da equipe é titular do time, mas perdeu essa condição na véspera da partida por conta de um atraso de mais de uma hora ao último treino na Cidade do Galo. Rui Costa foi direto em suas palavras, disse que o atleta será punido financeiramente, mas que a maior punição será uma reflexão de Cazares sobre a consequência dos seus atos.

"Ele chegou atrasado, todos os atletas têm horários, os companheiros dele já estavam à disposição do treinador. Isso teve uma consequência direta na partida de hoje, ele vinha treinando a semana inteira como titular. O Atlético vai fazer o que tem que ser feito, vai punir dentro da lei, mas a maior punição será a reflexão dele", iniciou o diretor.

"Ele não será execrado publicamente, mas será punido na questão econômica, financeira. Mas é como eu disse, a maior punição é com ele vendo como a torcida reagiu, é como ele encontrou os companheiros dele após a derrota. Quando mais coletivo nós formos, mais chances nós teremos de vencer", acrescentou.

Cazares começou o jogo no banco de reservas, enquanto Bruninho, garoto da base, iniciou como titular. Ao entrar em campo no segundo tempo, a torcida se dividiu entre vaias e gritos de incentivo ao equatoriano.

"Antes da minha chegada, já houve outros episódios. É uma reflexão que ele tem que fazer, se ele não pensar o que ele representa como atleta e como isso impacta no Atlético, de nada adianta a gente ficar falando. Hoje ele percebeu essas consequências. Eu acredito no ser humano, na capacidade de retomar o caminho, não tenho vocação para condenar ninguém definitivamente. O que eu garanto é que ele entenda e perceba as consequências. Para ele, o melhor é mudar, se não mudar, as consequências podem ser grandes na vida e na carreira dele", finalizou Rui Costa.