Topo

Mano fala em perseguir Fla e comemora 100%: "Sem resultado, ninguém evolui"

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

14/09/2019 22h19

O técnico Mano Menezes exaltou a importância da sua terceira vitória em três jogos no comando do Palmeiras, conquistada hoje em cima do Cruzeiro, por 1 a 0, no Allianz Parque. O comandante alviverde se disse satisfeito com o desempenho e a capacidade de entendimento dos atletas nesse início de trabalho e projetou uma perseguição ao líder Flamengo no segundo turno do Campeonato Brasileiro.

"O Palmeiras fez seu melhor primeiro turno da história dos pontos corridos (39 pontos), e isso dá a dimensão do adversário que temos à nossa frente. Mesmo com uma campanha como essa, só terminamos em segundo. Mas é possível, nós temos experiência para saber que uma equipe não consegue manter essa constância o tempo todo. O que cabe à gente é perseguir o Flamengo, fazer nossa parte bem feita", disse o treinador.

Com a vitória de hoje, o Palmeiras ultrapassou os 37 pontos do Santos e ficou a apenas três de distância do Fla, que tem 42. Mano, que chegou ao alviverde em meio a uma crise que causou a demissão de Felipão e com o time sem vencer havia sete rodadas, comemorou os bons resultados nessa arrancada, mesmo avaliando que o desempenho da equipe pode ser ainda melhor.

"A gente tem uma boa experiência, já passou por situações de dificuldade, sabia o que estava assumindo. Sabia da qualidade, da estrutura que o Palmeiras oferece para um treinador. Mesmo em um momento de dificuldade, a possibilidade de a equipe retomar era grande. A experiência me levou a não querer fazer tudo de uma vez e não achar que tudo não servia, porque não é assim que funciona. E a vitória traz junto essa tranquilidade necessária para a gente poder evoluir. Sem resultado, ninguém evolui", afirmou.

Para isso, Mano sabe que terá que continuar aprimorando o time "com o carro andando", como ele mesmo afirmou em sua entrevista. Agora, a equipe terá mais uma semana cheia para trabalhar antes de voltar a campo contra o Fortaleza, no próximo domingo (22), fora de casa.

"Vamos seguir alterando com o carro andando, porque temos jogos para jogar, não temos pré-temporada. Sempre os jogos influenciam diretamente naquilo que você pensa para a sequência. Você vai aprendendo com a equipe, e a equipe aprende com o técnico. Os jogadores me transmitiram uma capacidade de assimilação muito boa, fizemos mudanças de posicionamento, de mecânica. A defesa já passa a não sofrer gols em 180 minutos, e para ganhar um campeonato, com raras exceções, você não pode sofrer muitos gols. Então vamos fazer isso sem sacrificar a parte ofensiva da equipe", concluiu.