Topo

Futebol


Internacional se surpreende com mobilização e encara 'crise' por ingressos

Marinho Saldanha/UOL
Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Do UOL, em Porto Alegre

13/09/2019 04h00

A confiança da torcida na final da Copa do Brasil fez o Internacional se deparar com um cenário inédito. O clube abriu período para confirmação de presença dos sócios no segundo jogo com o Athletico e registrou o maior engajamento da história do processo - aplicado desde 2006. O volume dos chamados check-in's foi tão grande que a administração chegou a dar como ocupados todos os assentos destinados à modalidade de associados.

Ao longo desta quinta-feira (12), 17.079 colorados confirmaram que estarão no Beira-Rio na próxima quarta (18). Ao todo, 19.100 associados podem realizar o processo que assegura o assento.

"Nunca tivemos esse volume de confirmações em tão pouco tempo, nunca mesmo. Isso fez a gente fechar o processo e passar a reorganizar as coisas", disse Alessandro Barcelos, vice de administração do Inter, à Rádio Bandeirantes de Porto Alegre. "Estamos em uma final de Copa do Brasil, uma partida que há tempos o clube almeja e agora temos a oportunidade. O Beira-Rio é a casa do Internacional e tem sido fator decisivo nessa caminhada do clube. Temos 127 mil sócios e temos um estádio para 50 mil pessoas. Vários sócios ficarão fora do jogo, infelizmente", completou.

Com novas contas e revisão de compromissos com patrocinadores e outros planos de sócios, o Inter decidiu reabrir o check-in hoje (13), às 10h (horário de Brasília), para receber a confirmação do restante de sócios habilitados a confirmar presença.

Entre os dois comunicados, de lugares ocupados e reabertura do processo, o clube foi criticado nas redes sociais por torcedores que não conseguiram confirmar ida ao jogo.

Encerrado o número de lugares nas arquibancadas superior e inferior, das chamadas zonas livres, os tíquetes passarão a serem comercializados para o plano de sócios que adquirem ingresso por 50% do valor de tabela.

Reformado para Copa do Mundo de 2014, o Beira-Rio conta atualmente com 50.842 lugares. Destes, 43.266 pertencem ao Inter e os demais são administrados pela BRIO, empresa criada para tocar áreas nobres do estádio e setores criados durante as obras.

A procura intensa por ingressos se justifica pelo jejum de títulos do Inter, mas também pela mobilização da torcida. O time de Odair Hellmann precisa vencer para sonhar com o bicampeonato da Copa do Brasil. Uma vitória por diferença mínima leva a disputa aos pênaltis. Qualquer triunfo por dois ou mais gols de diferença rende a conquista no tempo normal.

Mais Futebol