Topo

Futebol


Corinthians se irrita com "Carille na China" e investiga vazamento do caso

Fábio Carille, técnico do Corinthians, interessa ao Tianjin TEDA FC, da China - Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Fábio Carille, técnico do Corinthians, interessa ao Tianjin TEDA FC, da China Imagem: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/09/2019 16h20

A diretoria do Corinthians ficou bastante irritada ao descobrir o interesse oficial do Tianjin TEDA FC, da China, em contratar o técnico Fábio Carille. Segundo apurou o UOL Esporte, a cúpula corintiana alega que o vazamento do caso gera insegurança no elenco e prejudica o ambiente do clube, principalmente aos profissionais do futebol.

O Corinthians, inclusive, investiga internamente como a informação vazou. Isso porque os dirigentes do clube souberam do interesse dos chineses por Carille pela imprensa.

O UOL, aliás, teve acesso ao documento que oficializou o interesse dos chineses em levar o treinador após o término do Campeonato Brasileiro deste ano.

A diretoria do Corinthians alega nos bastidores que este tipo de especulação às vésperas de uma decisão prejudica a preparação do time. Na próxima quarta-feira, na Arena Corinthians, a equipe de Carille enfrenta o Independiente Del Valle, do Equador, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana.

Em relação a Carille, o Corinthians só libera o treinador com o pagamento da multa rescisória, estipulada em R$ 6 milhões.

Carille não discute valores

Carille ainda não recebeu a proposta oficial com os valores que os chineses estão dispostos a desembolsar para tirá-lo do clube de Parque São Jorge.

É a segunda vez que Carille é sondado para atuar no exterior nesta temporada. Antes dos chineses, o treinador foi especulado no Al Hilal, da Arábia Saudita.

Carille já trocou o Corinthians uma vez, quando foi ao Al Wehda em maio de 2018. Ele retornou em janeiro após bom trabalho na Arábia Saudita, o que lhe manteve as portas abertas no exterior.

Carille é tietado por torcedores do Corinthians no retorno ao Corinthians

UOL Esporte

Mais Futebol