Topo

Futebol


Chineses procuram Carille oficialmente, e Corinthians só libera com multa

Técnico Fábio Carille comanda o Corinthians em jogo do Brasileirão -  Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Técnico Fábio Carille comanda o Corinthians em jogo do Brasileirão Imagem: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Danilo Lavieri e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/09/2019 21h00

O técnico Fábio Carille, do Corinthians, está na mira do futebol chinês. O UOL Esporte teve acesso ao documento que oficializa o interesse do Tianjin Teda FC em contratar o treinador do clube de Parque São Jorge após o término do Campeonato Brasileiro deste ano. A informação foi divulgada inicialmente pelo Yahoo Esportes e confirmada pelo UOL.

O Corinthians ainda não recebeu nenhuma proposta oficial ou qualquer contato dos chineses, mas não duvida da negociação entre o Tianjin e o técnico. No entanto, a reportagem ainda apurou que o Alvinegro só libera Carille com o pagamento da multa rescisória, estipulada em R$ 6 milhões.

Carille também não recebeu a proposta oficial com os valores que os chineses estão dispostos a desembolsar para tirá-lo do clube de Parque São Jorge. Só chegou ao treinador o documento com o interesse da contratação para dezembro.

É a segunda vez que Carille é sondado para atuar no exterior nesta temporada. Antes dos chineses, o treinador foi especulado no Al Hilal, da Arábia Saudita.

Carille já trocou o Corinthians uma vez, quando foi ao Al Wehda em maio de 2018. Ele retornou em janeiro após bom trabalho na Arábia Saudita, o que lhe manteve as portas abertas no exterior.

O Tianjin Teda ocupa a nona colocação da liga chinesa, com 29 pontos — 30 a menos que o líder Guangzhou Evergrande. O time é treinado hoje pelo alemão Uli Stielike, de 64 anos. O treinador tem longa passagem pelo futebol asiático.

Mais Futebol