Topo

Seleção Brasileira


Tite confirma mudanças na seleção, mas não entrega escalação contra o Peru

Tite, durante a partida entre a seleção brasileira e a Colômbia, disputada na última semana, em Miami - Michael Reaves/Getty Images
Tite, durante a partida entre a seleção brasileira e a Colômbia, disputada na última semana, em Miami Imagem: Michael Reaves/Getty Images

Bruno Grossi

Do UOL, em Los Angeles (EUA)

09/09/2019 16h02

A seleção brasileira vai apresentar uma escalação diferente para enfrentar o Peru na madrugada de amanhã para quarta-feira. Quem confirmou as alterações foi Tite, durante entrevista coletiva realizada na manhã de hoje em Los Angeles, nos Estados Unidos. Só não peça para o técnico entregar quais serão as trocas no time titular.

"Dar essas oportunidades é uma possibilidade grande de acontecer, sabendo da grandeza do jogo, que é uma repetição da final da Copa América, e mantendo uma estrutura básica do time. Mas não vou falar (o time). É manter uma estrutura na qual os atletas já jogaram juntos, que podem jogar nos seus clubes, que já jogaram em outro momento, não mudar defesa inteira, não mudar o ataque inteiro e nem o meio-campo. É manter a estrutura para o atleta entrar com confiança e jogar o mais próximo de que é jogar bem", disse o treinador.

Os possíveis cenários de mudança foram abordados pelo UOL Esporte em uma reportagem publicada hoje. Daniel Alves, Thiago Silva, Alex Sandro, Arthur e Richarlison são candidatos a sair, enquanto Fagner, Militão, Jorge, Allan e David Neres surgem como favoritos a essas vagas, que serão determinadas pela avaliação física dos titulares do jogo contra a Colômbia. A única pista dada por Tite é que pelo menos quatro trocas serão feitas. Nem sequer confirmar a presença de Neymar o técnico confirmou.

"Ele também passa por essa avaliação toda. Prefiro não falar ao invés de omitir, por respeito a vocês e sei que não digo uma mentira, sou respeitado. Neste processo todo, ele também vai fazer uma avaliação", ponderou.

A escalação para o embate com o Peru será definida hoje à tarde em Los Angeles em um treino marcado para o estádio Banc of California. A arena que pertence ao Los Angeles FC seria usada somente ontem, mas para ter mais tempo de trabalho e preservar o gramado do Memorial Coliseum, palco da partida, a seleção optou por mudar a programação.

Mais Seleção Brasileira