PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

"Isso deixa um pouco louco", diz Ter Stegen sobre ser reserva de Neuer

Marc-André ter Stegen em ação durante jogo da seleção alemã contra Camarões - Alex Grimm/FIFA via Getty Images
Marc-André ter Stegen em ação durante jogo da seleção alemã contra Camarões Imagem: Alex Grimm/FIFA via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

09/09/2019 16h43

Concorrendo ao prêmio da Fifa de melhor goleiro da última temporada, Marc-André ter Stegen segue como reserva de Manuel Neuer na seleção da Alemanha. Em entrevista divulgada pelo site T-online, o atleta do Barcelona admitiu que ficar no banco tem sido desconfortável.

"Isso me deixa um pouco louco. Dar o melhor de você e não estar onde quer. Creio que o tempo dará uma resposta", afirmou.

Apesar de desejar a titularidade, o atleta destaca que não lutará pela camisa 1 a qualquer preço.

"Eu estabeleci minhas prioridades. Quero ter êxito e o grande objetivo que tenho é ser o titular do meu país, mas não a qualquer preço. O futebol é uma coisa, mas a humanidade é mais importante. Quero poder olhar e dizer: 'trabalhei honestamente, foi justo e não joguei por fora'", disse.

Ter Stegen acredita que ser paciente é uma das principais virtudes para um jogador.

"Não é fácil, mas a paciência é uma parte do trabalho de um jogador. Há etapas em que você precisa esperar", contou.

O goleiro do Barcelona disputará com os brasileiros Alisson e Ederson o prêmio de melhor jogador da Fifa.

Barcelona