Topo

Futebol


"Um desperdício", diz Gustavo Hofman sobre Everton no futebol brasileiro

Everton durante Cruzeiro x Grêmio - Fernando Moreno/AGIF
Everton durante Cruzeiro x Grêmio Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Colaboração para o UOL

08/09/2019 21h28

Após mais uma grande atuação de Everton pelo Grêmio na vitória do time gaúcho sobre o Cruzeiro por 4 a 1, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro, a bancada do "Linha de Passe", da ESPN, discutiu o nível de protagonismo do atacante gremista no futebol nacional. Na opinião do comentarista Gustavo Hofman, a presença do jogador no país é um desperdício.

"É um desperdício o Everton ainda estar no futebol brasileiro. Aos 23 anos, para se desenvolver, para evoluir, ele precisa dar esse passo que é ir para o futebol europeu. Eu não entendo como os times europeus deixaram o jogador aqui. E deixaram mesmo, porque se quisessem, e seria interessante para o Grêmio, eles levariam", disse Hofman.

O comentarista defendeu ainda que o mesmo processo de evolução no futebol europeu era necessário para Luan, outro atacante do Grêmio. Ainda na opinião de Hofman, a chegada de Everton causaria impacto em qualquer grande clube da Europa.

"Era uma evolução necessária ao Luan, ele não deu esse passo, e hoje é reserva do Grêmio. Eu tenho convicção de que se o Everton chegasse em qualquer time de elite da Europa, ele causaria impacto, como o Gabriel Jesus causou em 2017, inclusive colocando o Aguero no banco", completou.

Futebol