Topo

Futebol


Renato Gaúcho diz que Grêmio poderia ter feito até 6 a 1 no Cruzeiro

Do UOL, em Porto Alegre

08/09/2019 13h30

Renato Gaúcho celebrou a reação do elenco do Grêmio, quatro dias depois da eliminação da Copa do Brasil para o Athletico, mas foi além. O treinador afirmou que o time gaúcho foi tão bem diante do Cruzeiro, em jogo da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, que poderia ter feito placar ainda maior. Logo depois da goleada por 4 a 1, o técnico declarou que a equipe gremista tinha condições de marcar mais dois gols.

Diego Tardelli, Alisson e Everton (duas vezes) marcaram os gols do Grêmio. Fred, de pênalti, descontou ainda no primeiro tempo.

"Nossa equipe se comportou muito bem na parte técnica e tática. Não demos espaços ao Cruzeiro, construímos várias chances. Tirei o Michel e botei o Luan, fiquei só com o Matheus de volante e criamos mais oportunidades. Coloquei meu time mais para frente para forçar mais um pouquinho. Futebol não se dá chance, a gente respeita, mas se a gente forçasse tenho certeza que a gente poderia fazer mais um ou dois gols", disse Renato Gaúcho.

Em outro trecho da entrevista coletiva, o treinador do Grêmio confirmou que instruiu o time a pressionar o Cruzeiro por conta da crise no Campeonato Brasileiro.

"Eu conversei bastante com meu grupo e falei para a gente aproveitar a situação do Cruzeiro, um pouco delicada, no Campeonato Brasileiro. Joguei aqui, sei a grandeza do clube. Mas o Rogério está chegando agora, está colocando em prática a posse de bola e isso o time não fazia. Não vai ser da noite para o dia que o elenco vai absorver. Falei para eles marcarem em cima, tentar tirar a bola sem fazer falta para a gente jogar no campo do adversário. Além dos gols que fizemos, poderíamos ter feito mais", contou Renato.

Com a vitória, o Grêmio chegou a 25 pontos no Brasileirão. O time gaúcho volta a campo no próximo domingo, diante do Goiás, em Porto Alegre.

Mais Futebol