Topo

Futebol


Pênalti para o Santos expõe árbitro, irrita Athletico e motiva discussão

Ivan Storti/Santos FC
Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Do UOL, em São Paulo

08/09/2019 21h18

A partida entre Santos e Athletico, nesta tarde (08) no estádio da Vila Belmiro, ficou marcada por minutos finais de tensão, tanto entre jogadores quanto comissões técnicas. O gol do empate em 1 a 1 dos donos da casa aconteceu após marcação questionável de um pênalti em cima do atacante Marinho, um lance que, para muitos, ocorreu fora da grande área -- a partir de 43 segundos do vídeo abaixo.

Após o ocorrido, as duas comissões técnicas discutiram veementemente, com Sampaoli gritando em direção de Tiago Nunes, que pouco fez para esconder a insatisfação com seu colega de trabalho. "Foi uma partida muito tensa. Respeito muito o trabalho dele. A partida foi muito tensa, extremamente paralisada. A responsabilidade também é dos que conduzem a partida", justificou Sampaoli.

Quem também se mostrou bastante insatisfeito com a decisão foi o presidente do Conselho Deliberativo do Athletico Mario Celso Petraglia: "Estamos cansados de erros de arbitragens contra nós! A esperança do VAR não existe mais, o 'erro' agora fica oficializado! A nossa torcida que se manifeste e reaja", disse o dirigente, em postagem em redes sociais.

Comentaristas veem erro em campo

Depois da partida, comentaristas e blogueiros analisaram o lance e concordaram que aconteceu um erro. Na opinião do blogueiro do UOL Mauro Cezar Pereira, o árbitro de vídeo Rodrigo Nunes de Sá mostrou falta de critério, já que ele foi o mesmo que não viu penalidade do goleiro Tiago Volpi em Felippe Cardoso, no jogo entre São Paulo e Ceará, que aconteceu na estreia de Daniel Alves pelo tricolor.

"Rodrigo Nunes de Sá, do Rio de Janeiro, era o árbitro de vídeo em São Paulo 1 x 0 Ceará, gol de Daniel Alves, que estreava no time paulista, dia 18 de agosto. O mesmo esteve na função neste domingo, no 1 a 1 entre Santos e Athletico. Incrivelmente ele não achou pênalti de Tiago Volpi em Felippe Cardoso, mas conseguiu enxergar uma falta dentro da área na disputa entre Braian Romero e Marinho. Incrível a mudança de critério", escreveu Mauro.

Vale destacar que o lance na partida entre são paulinos e cearenses acontece dentro da área em um lance em que o arqueiro "esquece" a bola e vai diretamente em direção ao corpo do atacante. Veja no vídeo abaixo:

Comentaristas de arbitragem do Grupo Globo, Paulo César de Oliveira e Sandro Meira Ricci, disseram que o pênalti foi anotado de forma equivocada. "O contato que realmente derruba o Marinho foi feito fora da área. Houve um trança-pé dentro da área depois, mas não considero que foi suficiente para derrubar o jogador, que já estava desequilibrado. Entendo que é um lance de interpretação, mas eu não marcaria o pênalti", afirmou Paulo César Oliveira durante a transmissão da Globo.

"Na disputa, o Braian Romero realmente derruba o Marinho. Eu não marcaria a penalidade. A falta foi por agarrar, fora da área. O que acontece na sequência, dentro da área, para mim, é do jogo. Infelizmente, o árbitro decidiu pela penalidade e saiu o gol de empate do Santos", lamentou Ricci, no SporTV, após a partida.

Reclamação também do Atlético-MG

Não foi a única reclamação sobre o VAR da rodada. Ao mesmo tempo em que o Athletico reclamava na Vila Belmiro, o Atlético-MG reclamava no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O Galo perdeu por 2 a 1 para o Botafogo, em jogo marcado pela expulsão ainda no primeiro tempo do zagueiro Igor Rabello, que recebeu o segundo cartão amarelo em um pênalti marcado pelo VAR em que uma cobrança de falta do time rival bate em seu cotovelo -- é o primeiro lance do vídeo abaixo.

"Eu não gosto de falar depois dos jogos. Gostaria de dizer ao comandante da arbitragem nacional que há equívocos aceitáveis e inaceitáveis. Toda a vez que se deixa interpretação, o resultado é diferente. Eu não vi pênalti do Igor Rabello. Uma coisa é interpretação, outra é erro que interfere no resultado do jogo. Em um lance, do Grêmio contra o Athletico-PR, ele interpretou diferente. Porque ele não revisou o lance do Carli?", questionou Rui Costa, diretor de futebol do Atlético-MG.

Errata: o texto foi atualizado
Rodrigo Nunes de Sá foi o árbitro de vídeo de Santos x Ceará
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

Futebol