Topo

Cadê os gols? São Paulo sofre com desfalques e vive nova "seca" em 2019

No São Paulo desde a Copa América, Raniel demora a se ambientar e tem apenas um gol - Rubens Chiri / saopaulofc.net
No São Paulo desde a Copa América, Raniel demora a se ambientar e tem apenas um gol Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

08/09/2019 04h00

O São Paulo não marca um gol há 18 dias, o equivalente a três rodadas do Campeonato Brasileiro. A derrota por 1 a 0 para o Internacional, ontem, escancarou um problema ofensivo que persiste desde o início do ano: a dificuldade em balançar a rede adversária.

Nesta temporada, o São Paulo jogou 40 partidas oficiais e fez 40 gols, com média baixa de um por jogo. No Brasileirão, tem apenas o 13º ataque apesar de estar na quinta colocação -- os 20 gols marcados são menos da metade do líder Flamengo (41). A seca atual, porém, não chega a ser novidade: o Tricolor já viveu sequência sem gols entre março e abril (no mata-mata do Paulistão) e também no mês de maio (quando foi eliminado da Copa do Brasil).

Parte da explicação para o problema recorrente está nos desfalques. Os três tricolores que mais chutam a gol no Brasileirão foram desfalques (Alexandre Pato, Hernanes e Antony), assim como Pablo, que divide a artilharia do ano com Pato (cinco gols).

"[Os desfalques] São todos jogadores considerados titulares, importantes e experientes, mas não posso atribuir a derrota à ausência deles",
Cuca

Antony faz falta, e Vitor Bueno não funciona

O ponta direita não esteve no Beira-Rio porque serve à seleção brasileira olímpica. Fez muita falta. Na posição estava Vitor Bueno, que produziu pouco — só uma tentativa de drible, uma finalização e dez desarmes sofridos. É um exemplo entre tantos da falta de sequência do ataque do São Paulo.

Sem um "camisa 10", meio-campo se perde

Ontem, Cuca não pôde contar com Hernanes, Daniel Alves e Igor Gomes, três meio-campistas de armação, e tentou usar uma formação com Hudson, Tchê Tchê e Liziero por dentro. Não funcionou. O time mostrou desorganização e se perdeu na partida ao insistir nos lançamentos.

"Não adianta quebrar [a bola], dar bola longa, porque não é esse o perfil do time. Nós nos perdemos aí, e o Inter melhorou e mereceu vencer",
Cuca

Lesionados voltam na semana que vem?

Há expectativa pelo retorno de pelo menos um dos lesionados do São Paulo na semana que vem: Pablo já treina com os companheiros e, em tese, está próximo de retornar aos campos. Já Alexandre Pato, Hernanes e Toró vivem transição após lesões e ainda têm recuperação pela frente. Os convocados Daniel Alves, Igor Gomes, Walce e Antony estarão à disposição para o jogo contra o CSA, às 19 horas (de Brasília) de domingo (15), no Morumbi.

O que falta para o São Paulo fazer mais gols?

Resultado parcial

Total de 1100 votos
8,45%
Érico Leonan / saopaulofc.net
66,91%
Marcello Zambrana/AGIF
24,64%
Rubens Chiri / saopaulofc.net
Total de 1100 votos