Topo

Futebol


Odair conta mexida no Inter que rendeu vitória e vibra: "Merecedores"

Do UOL, em Porto Alegre

07/09/2019 22h37

Odair Hellmann explicou em entrevista coletiva a mudança no Internacional que rendeu melhora diante do São Paulo, hoje (7), no estádio Beira-Rio, pela 18 rodada do Campeonato Brasileiro. A evolução foi tanta que o time gaúcho saiu de um início difícil para domínio e consequente vitória por 1 a 0. O treinador do clube gaúcho ainda declarou que a formação reserva foi merecedora do escore em todos os sentidos.

O Inter venceu o São Paulo com o gol de Rafael Sobis, em cobrança de pênalti. Somente três titulares começaram a partida contra o time paulista, mas no segundo tempo Edenilson reforçou a equipe suplente do clube gaúcho.

"Nós tivemos dificuldade nos primeiros minutos, o São Paulo teve o domínio e criou situações perigosas. Conseguiu nos pressionar bem na nossa saída e criou dificuldades. Sem muito tempo para treinar a gente perde mecanismo mais entrosado. O bom é que não levamos o gol e visualizando o jogo, eu tomei uma decisão tática diferente. A gente tentou abrir de uma forma, com Nonato sendo o primeiro no tripé na parte defensiva pelo bom passe dele. Dois caras de imposição por dentro. Acabou que não conseguimos ter esse espaço e invertemos o tripé, botei ele para frente e recuei Bruno e Patrick. Aí a equipe se encontrou, tiramos o volume do São Paulo e igualamos em termos de finalizações, perigo de gol. E no segundo tempo, sim, a gente conversou bem no intervalo e ajustou mais. Aí a gente foi merecedor da vitória em todos os sentidos. Defensivo e ofensivo", comentou Hellmann.

O resultado em Porto Alegre faz o Inter chegar a 30 pontos no Brasileirão. Para Odair, a vitória contra o São Paulo também foi a chance de valorizar a concentração do elenco às vésperas da decisão da Copa do Brasil.

"Quero fazer menção ao grupo de jogadores. Os caras estão… A gente vinha de três competições, movimentando o grupo todo e eles com alto nível de dedicação, concentração e qualidade. Isso faz muita diferença e me sinto honrado e orgulhoso. Quando se tem um grupo com esse nível de profissionalismo e comprometendo, as coisas acontecem. O mental em algum momento pode fugir. Imagina, semana que vem tem final. Mas não, os caras estão concentrados e superando as situações do jogo", declarou o treinador do Inter.

Mais Futebol