Topo

Itair Machado volta ao Cruzeiro para recuperar elenco e aparar arestas

Vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado está de volta ao cargo - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado está de volta ao cargo Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

07/09/2019 04h00

Itair Machado já tem duas tarefas complicadas para resolver em sua volta à vice-presidência de futebol do Cruzeiro. O dirigente precisa recuperar o moral do elenco e evitar que haja qualquer tipo de choque entre jogadores e Rogério Ceni, como já aconteceu após a eliminação para o Internacional, na semifinal da Copa do Brasil.

O dirigente voltou ao cargo de forma oficial há dois dias. Graças a documento assinado por Wagner Pires de Sá, presidente do clube, recuperou a condição de vice de futebol. Como gestor, já passa a ter obrigações no cotidiano do time.

A primeira preocupação é evitar novos desentendimentos entre a comissão técnica de Rogério Ceni e os principais nomes do elenco. Logo após a eliminação para o Inter, nessa quarta-feira (4), Thiago Neves fez críticas às ideias do treinador.

"Você mudar três, quatro nomes para uma semifinal é muita coisa. Fazer quatro mudanças é muita coisa em um time que já está formado. É difícil, complicado. Conseguimos fazer um bom primeiro tempo, mas o gol acabou sendo um balde de água fria para o time", disse o meia, na ocasião. Na ocasião, Thiago ainda disse que o elenco ficou sabendo das mudanças com pouca antecedência.

"Foi na preleção, duas, três horas antes do jogo. Eu achei muito em cima da hora. Você improvisar jogador em uma linha que estava formada há dois anos. Nada contra, é óbvio que a gente quer ganhar, os jogadores que entraram foram bem, mas é muita coisa para uma decisão. O time sentiu o entrosamento, mas é como eu falei. Sentimos muito depois do primeiro gol", afirmou.

Band: Thiago Neves critica Rogério Ceni após partida

Band Sports

Amigo do meia, Itair terá que aparar as arestas após a forte declaração sobre o trabalho do substituto de Mano Menezes.

Outra prioridade será recuperar o ânimo do grupo após eliminações em Copa do Brasil e Libertadores. O vice de futebol tem boa relação com os principais líderes do elenco, como Fábio, Edilson, Dedé, Thiago Neves e Fred. Influente no vestiário, Itair passará a ter mais presença na Toca da Raposa II e terá que buscar artifícios nos próximos trabalhos.

O estado anímico do grupo é uma preocupação da comissão técnica de Rogério Ceni que se estende ao departamento de futebol. Os resultados recentes no Campeonato Brasileiro também despertam atenção na diretoria.