Topo

Meia Madson é desligado do CSA após crítica de Argel em áudio vazado

Francisco Cedrim/RCortez/Ascom CSA
Imagem: Francisco Cedrim/RCortez/Ascom CSA

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

04/09/2019 13h28

Madson não veste mais a camisa do CSA. O meia de 33 anos anunciou hoje (4), nas redes sociais, que está se desligando do clube alagoano. Ele estava cedido pelo Fortaleza até dezembro deste ano, mas não continuará no time tricolor.

De acordo com o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, o jogador topou romper simultaneamente com os dois clubes. "Será rescisão total", disse ao UOL Esporte.

Em sua postagem, Madson explica que está deixando o CSA 'não por falta de qualidade', mas pelas escolhas do atual técnico - que é Argel Fucks.

"Hoje estou me desligando do CSA não por não ter qualidade ou qualquer outra coisa. Aliás qualidade eu tenho até demais e confio no meu potencial. Porém, futebol, a meu ver, sempre foi e sempre será resultado, e, quando não vem o resultado, as coisas mudam. O primeiro a ser trocado é o treinador, e o treinador novo que chega, tem total direito de escolher e levar junto com ele jogadores da sua confiança", disse Madson.

"Posso afirmar que nunca faltou empenho e dedicação nos treinos, até porque é nos treinos que você consegue mostrar algo de bom para que você possa ser notado pelo treinador novo. Só que, como eu disse: 'ele tem as suas escolhas' e eu respeito.

A saída de Madson acontece dias após o áudio vazado de Argel Fucks durante uma reunião com torcedores e o executivo futebol. Nele, o técnico critica alguns jogadores, entre eles, Madson.

"Dos jogadores que estavam aqui, o seu Benítez não tem condição nenhuma de jogar na Série A. Nem o baba que nós fizemos aqui, ele consegue jogar. Não tem condição. Como Robinho não tem, como 'seu' Madson não tem, vocês estão vendo. Então, na montagem do grupo, o começo foi errado, essa é a verdade", afirmou o treinador.

Madson chegou ao CSA em março deste ano, emprestado pelo Fortaleza. Ele fez apenas sete partidas com a camisa do time alagoano, todas elas com Marcelo Cabo - e nenhuma com o técnico Argel.

O CSA é o vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, com 12 pontos em 17 jogos. O time alagoano volta a campo no próximo domingo (8) para encarar a Chapecoense, no estádio Rei Pelé, às 19h (de Brasília), pela 18ª rodada da competição nacional.

Mais CSA